Polícia Civil conclui inquérito: supermercado colocou mercadorias da enchente para venda

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) indiciou, nessa segunda-feira (21), um dos proprietários, responsável por um supermercado em Manhumirim, na Zona da Mata, que teria reaproveitado produtos e itens de limpeza atingidos por água de enchente. O material estava sendo disponibilizado para a venda no estabelecimento.

As investigações iniciaram no final de janeiro deste ano, quando a fiscalização da Vigilância Sanitária do município identificou indícios do crime. No local, foram recolhidos diversos produtos e itens de limpeza com resquícios de lama, provenientes da enchente que atingiu a cidade de Manhumirim. Na ocasião, o estabelecimento foi interditado.

O supermercado já havia sido alvo de denúncia, realizada na Vigilância Sanitária, de que estaria lavando produtos contaminados pela enchente.

O inquérito foi concluído e encaminhado para Justiça. O homem irá responder pelo crime previsto no art.7º, IX da Lei 8.137/90 (vender, ter em depósito para vender ou expor à venda ou, de qualquer forma, entregar matéria-prima ou mercadoria, em condições impróprias ao consumo).

Fonte: PCMG


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre