Regional de Ubá orienta o município de Miraí após chuva forte

A Regional de Saúde de Ubá intensificou as ações para prevenção e tratamento de doenças transmitidas através da água contaminada como, também, apoiou na orientação e relatórios que devem ser feitos para recuperar estruturas físicas que possivelmente foram danificadas, após as fortes chuvas registradas, entre os dias 21 e 24/2, que provocaram alagamentos e estragos em alguns municípios mineiros.

Apenas a cidade de Miraí sofreu com enchentes, dentre os municípios de abrangência saúde da Regional de Ubá. Em visita à cidade, os técnicos da Regional entregaram cartilhas que norteiam sobre esse momento pós-alagamento, como também promoveram orientações presencialmente.

“Entre os agravos mais comuns depois de enchentes, estão as doenças como leptospirose, doenças diarreicas, hepatite A e conjuntivite. Além disso, ainda estamos no período de alta incidência de dengue no município e atravessando a pandemia da covid-19. Daí a importância de estarmos presentes para ouvir as referências técnicas municipais, entregar materiais como hipoclorito para tratamento de água, como também orientarmos para que façam um levantamento de quantas pessoas precisarão tomar a vacina contra a hepatite A e, dessa maneira, fornecermos. Vale destacar que chegamos em Miraí, no dia seguinte da inundação, e a cidade já estava bem limpa, o que demonstra o esforço em preservar a saúde da população”, contou o coordenador da vigilância em saúde da regional, Fábio Ribas.

Estiveram presentes em Miraí, além do coordenador da vigilância em saúde da regional; a coordenadora da atenção à saúde, Elis Regina de Oliveira Mattos; os servidores da vigilância epidemiológica, Paulo Gonçalves e Amintas Campos; sendo recepcionados pela secretária municipal de saúde de Miraí, Lisandra Braga; o vice-prefeito, José Ronaldo e as referências técnicas municipais de vigilância em saúde e coordenação da atenção básica.

Fonte: SES-MG


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo