SEAP nega que presa suspeita de participação na morte de mãe adotiva tenha sido agredida



A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SEAP) negou, através de nota enviada ao GUIA MURIAÉ, que a presa suspeita de ter participação na morte da mãe adotiva, crime este ocorrido em Rodeiro, tenha sido agredida no Presídio de Ubá, desmentindo assim um boato que vinha circulando nas redes sociais.

De acordo com a SEAP, no final da tarde dessa terça-feira (22), agentes de segurança penitenciários intervieram em um desentendimento entre a reclusa, de 20 anos, e outras detentas.

A suspeita do crime em Rodeiro foi levada ao Hospital Santa Isabel, em Ubá, para verificar se havia sofrido alguma lesão não visível. Segundo a SEAP, nenhum tipo de lesão foi constatado no atendimento médico.




A direção-geral do Presídio de Ubá instaurou um Procedimento Interno para apurar o fato administrativamente e comunicou ao juiz da Comarca. As detentas poderão sofrer sanções disciplinares, após avaliação do episódio pelo Conselho Disciplinar da unidade prisional.

Relembre o caso

No último domingo (20), Geny do Carmo de Oliveira Benevenuto, de 67 anos, foi morta a tiros na cidade de Rodeiro. Uma universitária de 20 anos, filha adotiva da idosa, teria planejado o crime e contou com a ajuda do irmão, de 22 anos, e de um adolescente, de 14 anos. Os três foram detidos e a arma de fogo utilizada no crime foi apreendida pela Polícia Militar.

Em entrevista ao jornal O Tempo, familiares disseram que a jovem tinha interesse na morte da mãe para ficar com a herança da vítima e do pai adotivo. A idosa era proprietária de duas casas e um lote na cidade de Rodeiro. Parentes também desconfiam que a idosa tenha feito um seguro de vida. No entanto, o valor do documento não foi divulgado.

Fonte: Guia Muriaé

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.