Surto de coronavírus se espalha em presídio da região e já atingiu 151 presos

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), por meio do Departamento Penitenciário de Minas Gerais (Depen-MG), informa que todos os detentos sob a custódia do sistema prisional de Manhumirim receberam alta médica nesta terça-feira (14).

Os 147 presos que permaneciam com o diagnóstico da doença, dentro do Presídio de Manhumirim, e todos os quatro presos que receberam progressão para o regime domiciliar, com o uso da tornozeleira, foram apontados como recuperados pelo setor de saúde da Prefeitura Municipal.

De forma preventiva, os custodiados continuam utilizando máscaras no interior das celas e recebem luvas e álcool em gel em casos de movimentações internas.

Além disso, na data de hoje, tiveram início, na unidade prisional, as visitas virtuais dos custodiados com seus familiares, que vêm sendo implementadas por todo o Estado, devido à suspensão das visitas presenciais – medida necessária para o controle da disseminação do vírus no ambiente intramuros.

Números

O presídio de Manhumirim somava 46% dos 344 casos confirmados no sistema prisional de Minas Gerais até a última sexta-feira (10) – 338 presos cumprem quarentena dentro de unidades prisionais, um está internado e cinco em regime domiciliar, com tornozeleira eletrônica. Foram confirmadas três mortes. Ao todo, o estado tem 60 mil custodiados.

No fim de junho, quando a unidade tinha 43 casos confirmados, familiares protestaram pedindo informações sobre o estado de saúde dos presos e a liberação dos infectados. Depois, o número de confirmados chegou a 160.

Fonte: Portal Caparaó


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre