Coleta de sangue está acontecendo todas quartas-feiras em Muriaé



A coleta de sangue está acontecendo em Muriaé todas as quartas-feiras, entre 7h30 e 14h30, na Policlínica Doutor Biaggio Montesano, Rua Silvério Campos, bairro Safira.

A Prefeitura de Muriaé ampliou, desde o ultimo dia 22 de março, os dias de coletagem para que mais pessoas possam doar. O material é recolhido pelo Hemominas de Juiz de Fora, unidade que concentra toda a captação da região, com o auxílio da rede de saúde municipal. O objetivo é ampliar o número de bolsas produzidas de 240 para 480 por mês, reforçando o estoque para que a instituição possa atender os hospitais de Muriaé e localidades vizinhas, salvando mais vidas.

O Posto Avançado de Coleta Externa funciona dentro da Policlínica do Safira, sem intervalo para almoço. Podem doar sangue as pessoas com idade entre 16 e 65 anos, que pesem 50 quilos ou mais e que não tenham ingerido bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação. Os doadores também não devem ter adquirido a hepatite após os 11 anos e nem ter sofrido de doença de Chagas (enfermidade que afeta o sistema cardiovascular). Outra exigência é que não pertença a grupo de risco com chances de ser portador de doenças sexualmente transmissíveis. Os jovens que possuem piercing ou tatuagem, só podem doar após 12 meses do procedimento.




Muitas pessoas que desejavam doar não conseguiam, porque o atendimento acontecia a cada 15 dias apenas. “Percebemos que muita gente queria doar, porém só tínhamos coleta de 240 bolsas por mês. Devido à demanda, decidimos aumentar para duas vezes ao mês, levando em conta que a nossa cidade é referência em atendimento hospitalar e necessita de um grande número de bolsas para atendimentos de urgência e emergência e tratamento de hemofilia”, disse o secretário de Saúde, Paulo César de Oliveira.

Prefeito ressalta importância da doação de sangue para salvar vidas

Para o prefeito Grego, a ampliação da coleta ajuda a salvar mais vidas na cidade e região. “Dobramos a nossa coleta desde o último mês. Nossa função é entrar em contato com o Hemominas e disponibilizar espaço e profissionais para os atendimentos. Nossa cidade tem uma rede hospitalar extensa. A Fundação Cristiano Varella precisa de bolsas para pacientes com câncer, o Hospital São Paulo recebe muitos hemofílicos que realizam transfusões permanentemente e a Casa de Saúde também faz procedimentos cirúrgicos”, explicou o prefeito. “Cabe a nós, muriaeenses, fazer a nossa parte para que possamos salvar mais vidas”, completou.

Fonte: PMM

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.