Home / Notícias / Saúde e Bem-Estar / Minas investiga 11 casos de febre amarela em pessoas vacinadas

Minas investiga 11 casos de febre amarela em pessoas vacinadas

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) divulgou, nesta terça-feira (27), um novo boletim epidemiológico sobre a situação da febre amarela no Estado.

Dentre os casos em investigação, há registro de 11 pessoas vacinadas contra a febre amarela que teriam contraído a doença em Minas. Segundo a SES-MG, esses pacientes permanecem em investigação para levantamento de informações clínicas e epidemiológicas fundamentais para conclusão dos casos. “Até o momento, temos que esses casos tem mediana de idade de 21 anos (7-47 anos), sendo 63,7% dos casos do sexo masculino. Todos receberam uma dose da vacina de febre amarela com mediana de 5 anos de idade, variando entre 9 meses a 44 anos”, afirma a pasta.




Atualmente há uma comissão investigando os casos suspeitos de febre amarela com histórico de vacinação prévia, com a participação do Ministério da Saúde. A eficácia da vacina contra febre amarela é de 95% a 98%, sendo considerada altamente eficaz e segura na prevenção da transmissão do vírus. Como medida adicional, para a população mais exposta à circulação do vírus, recomenda-se também a utilização de repelente como medida de proteção individual.

“É importante salientar que a recomendação preconizada pelo Regulamento Sanitário Internacional da Organização Mundial de Saúde, ratificado pelo Ministério da Saúde, é de que uma única dose da vacina contra Febre Amarela confere proteção por toda a vida”, informa a pasta.

Na Regional de Ubá, que abrange a cidade de Muriaé, já são quatro casos confirmados da doença e dois óbitos (em Ervália e Presidente Bernardes).

Fonte: SES-MG

Confira também

Projeto “Dentinho Feliz” realiza ações de prevenção de saúde bucal em Muriaé

O projeto “Dentinho Feliz” está percorrendo escolas e instituições da cidade para conscientizar sobre a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *