Home / Notícias / Saúde e Bem-Estar / Secretário de Saúde de Minas afirma que até o final deste ano a região vai contar com o serviço do SAMU

Secretário de Saúde de Minas afirma que até o final deste ano a região vai contar com o serviço do SAMU

Visita aconteceu a Cataguases

Cataguases recebeu na manhã de terça-feira (12) a visita do Secretário de Estado da Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques, que veio conhecer a estrutura física de saúde do município visando a primeira reunião para a implantação da Rede de Urgência e Emergência em toda a macrorregião Sudeste. Ele também veio negociar com a direção do Hospital de Cataguases a implantação da UPA Hospitalar e a remessa de recurso do Governo de Minas para a adaptação do sexto andar do Hospital de Cataguases em uma UTI, conforme revelou o Provedor daquele Hospital, José Eduardo Machado.




O Secretário foi recebido em Cataguases pelo prefeito José César Samor, o Secretário Municipal de Saúde, Alexandre Castelar Lacerda e pelo Secretário de Administração, Walter de Paula, além do diretor da Gerência Regional de Saúde de Leopoldina, Willian Lobo de Almeida. Eles seguiram em comitiva até o Paço Municipal onde o secretário Antônio Jorge conversou com a imprensa e de lá seguiu para o PSF do bairro Guanabara, Pronto Socorro Municipal e Hospital de Cataguases onde reuniu-se com seus diretores e autoridades municipais e regionais de saúde.

Na entrevista coletiva Antônio Jorge disse que na próxima sexta-feira, 15, haverá uma grande reunião, em Juiz de Fora, com a presença de 94 prefeitos da macrorregião “onde pretendemos sair com a definição da localização do SAMU Regional. É importante dizer para as pessoas que até o final do ano nós teremos SAMU funcionando em toda a região e as principais portas hospitalares receberão reforço de custeio e investimento para que possam se adequar a uma realidade de atendimento de urgência e emergência mais próxima à realidade do cidadão”. O Secretário disse ainda que as medidas tomadas significam uma mudança “muito importante no atendimento de urgência e emergência”. Finalizando, ele informou que até o final deste ano “teremos mais de setenta por cento da população mineira coberta por estte serviço e os investimentos do Estado para a manutenção destas redes chegam a quinhentos milhões de reais por ano”, salientou.

O Prefeito César Samor destacou a importância a presença do Secretário a Cataguases. “Vejo a visita dele como oportunidade para a gente alavancar a saúde de Cataguases, através do Hospital de Cataguases, de nossa Secretaria de Saúde e de todos os envolvidos. Estamos caminhando para resolver muitos dos problemas que enfrentamos na Saúde e acho que hoje vamos dar um grande passo neste sentido com a visita do Secretário”, frisou. O Diretor da Regional de Saúde de Leopoldina, Willian Lobo de Almeida, por sua vez, destacou a visita do Secretário como um “enriquecimento” para a região. Segundo Willian, “o anúncio da implantação deste serviço de urgência e emergência vai salvar muitas vidas, que é a nossa maior preocupação e, ao mesmo tempo,fortalece o sistema de saúde de nossa região”.




Pouco antes de receber o Secretário de Saúde de Minas, no hall de entrada do Hospital de Cataguases, o provedor daquela instituição, José Eduardo Machado, revelou esperar dele recursos para a construção da UTI em todo o sexto andar do Hospital “que é uma promessa dele conosco, além do credenciamento da Hemodinâmica em alta complexidade, para que a gente possa fazer a baixa complexidade. E como ele está muito sensível a isto, acredito que vai nos atender”, previu. Segundo José Edardo, a reunião, que fechou a visita de Antônio Jorge a Cataguases, com a direção do hospital, autoridades municipais e regionais e a equipe da Secretaria de Estado da Saúde de Minas, iria tratar da instalação da UPA Hospitalar em suas dependências. “A ideia é o hospital realizar em suas dependências o atendimento do Pronto Socorro Municipal, através da implantação de uma UPA Hospitalar”. O provedor do Hospital acrescentou que se o governo do estado assumir as despesas com infraestrutura e demais custeios necessários à esta implantação, “nós estamos dispostos a abraçar esta luta”, completou.

Fonte: Marcelo Lopes




Confira também

Prefeitura de Muriaé zera fila de espera por exames de cintilografia

A Prefeitura de Muriaé, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), zerou a fila de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *