Home / Notícias / Saúde e Bem-Estar / Zona da Mata já tem 60 unidades da rede Farmácia de Minas

Zona da Mata já tem 60 unidades da rede Farmácia de Minas

Zona da Mata já tem 60 unidades da rede Farmácia de Minas




Sessenta unidades farmacêuticas do programa Farmácia de Minas já foram instaladas na Zona da Mata. A iniciativa, da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), garante o acesso da população aos medicamentos da atenção primária.

Em Santa Bárbara do Monte Verde, a nova unidade começou a funcionar em junho deste ano e já é possível avaliar os benefícios. “A contagem de estoque é um dos principais ganhos. Há o controle exato do que realmente temos em estoque. Fica tudo cadastrado tudo no Sigaf (programa de gestão das farmácias)”, conta a farmacêutica Raquel Soares. Ela também cita a mudança no espaço físico. “Antes os usuários ficavam em pé, em fila, esperando para serem atendidos. Funcionávamos em um quartinho. Agora eles podem sentar e têm mais tempo para conversar com a farmacêutica e tirar dúvidas”, relata.

Em Espera Feliz, a farmacêutica da unidade, Laila de Oliveira Nunes, também destaca a organização que a nova estrutura vai proporcionar. “Estamos cadastrando todos os usuários, o Sigaf é um apoio muito grande para esse controle e para a dispensa de medicamentos, tornando todo o processo informatizado”, afirma. Ela explica que, nesse período inicial, o fluxo de pessoas tem sido maior, pois o cadastro demanda um pouco mais de tempo. “Mas já temos 3.600 usuários cadastrados e daqui para frente o fluxo vai melhorar. A comodidade da nova farmácia é muito boa”, completa.

A Rede Farmácia de Minas começou a ser estruturada em 2008 para distribuição gratuita de medicamentos do SUS no Estado. Desde o início, 426 farmácias foram construídas em todo o Estado, com recursos da ordem de R$ 80 milhões. A previsão do Governo de Minas é que, até o final de 2012, 500 unidades estejam em funcionamento em todo Estado. E até 2014, o objetivo é chegar a um total de 700 unidades implantadas, o que corresponde à cobertura de mais de 80% dos municípios mineiros.

Recursos

A partir do segundo semestre deste ano, o valor para a construção, que antes era de R$ 55 mil, passa a ser de R$100 mil, e outros R$ 35 mil para compra de equipamentos e doação aos municípios, via Tesouro Estadual.

Além disso, são repassadas parcelas quadrimestrais para complementação salarial do profissional farmacêutico responsável pela unidade. São duas de R$ 4.800 e uma de R$ 6.000. Para todas as farmácias, é disponibilizado o Software Sigaf (Sistema Integrado de Gerenciamento da Assistência Farmacêutica), que garante o gerenciamento, o adequado controle dos medicamentos e o cadastro dos pacientes atendidos pela farmácia, bem como de toda a rede.

Cada unidade é responsável pela distribuição gratuita de 163 tipos de medicamentos, sendo contemplados municípios entre 10 e 30 mil habitantes.

De acordo com informações da Diretoria de Medicamentos Básicos da SES, uma novidade é que, até o próximo ano, está previsto o funcionamento de sete Unidades Integradas da Rede, que irão oferecer o acesso gratuito aos três componentes da assistência farmacêutica: básico, estratégico e alto custo. O primeiro município a receber a nova unidade será Pirapora, no Norte de Minas, prevista para o segundo semestre deste ano.

Municípios beneficiados na Zona da Mata

Acaiaca, Alto Caparaó, Alto Jequitibá, Amparo do Serra, Antônio Prado de Minas, Barão de Monte Alto, Barra Longa, Bias Forte, Bicas, Brás Pires, Caiana, Cajuri, Canaã, Caputira, Coimbra, Divino, Dom Silvério, Dores do Turvo, Ervália, Eugenópolis, Faria Lemos, Fervedouro, Goianá, Guarani, Guidoval, Itamarati de Minas, Jequeri, Lamim, Laranjal, Olaria, Oliveira Fortes, Palma, Patrocínio do Muriaé, Paula Cândido, Pedra Bonita, Pedra Dourada, Pedro Teixeira, Piau, Pirapetinga, Piraúba, Presidente Bernardes, Reduto, Rio Doce, Rio Pomba, Rio Preto, Rodeiro, Santa Bárbara do Monte Verde, Santa Cruz do Escalvado, Santa Margarida, Santana de Cataguases, Santana do Manhuaçu, Santo Antônio do Grama, São Geraldo, São João do Manhuaçu, São Miguel do Anta, São Sebastião da Vargem Alegre, São Pedro dos Ferros, Senador Cortes, Sericita e Vieiras.

Fonte: Agência Minas

Confira também

Projeto de saúde criado em Muriaé será apresentado em congresso internacional

O trabalho realizado pela Câmara Técnica de Saúde (CTS) de Muriaé será apresentado durante o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *