Home / Notícias / Variedades / Conheça os benefícios dos esportes mentais mais populares do Brasil

Conheça os benefícios dos esportes mentais mais populares do Brasil

O poker e o xadrez têm conquistado cada vez mais espaço no Brasil. Essas modalidades, que são conhecidas como esportes mentais, são marcadas pela sua capacidade de promover o desenvolvimento de diversas habilidades em seus praticantes.

Hoje, falaremos como e abaixo é possível aprender um pouco mais sobre elas e os principais benefícios que essas modalidades promovem.

O que são esportes mentais?




A Associação Internacional de Esportes da Mente (IMSA na sigla em inglês) é uma instituição internacional composta pela união de órgãos governamentais de diversos países ao redor do mundo.

De acordo com a IMSA, “esportes da mente” ou “esportes mentais” são modalidades esportivas que dependem de proezas mentais, como capacidade de raciocínio e altos níveis de memória, para serem praticadas.

Enquanto esportes tradicionais focam no desempenho físico dos seus praticantes, essas outras modalidades focam no desempenho mental. É claro que os esportes físicos também dependem de habilidades mentais e vice-versa, mas o foco de cada modalidade é diferente.




Os dois esportes mentais mais populares do mundo são o xadrez e o poker. O primeiro está presente desde a criação da IMSA, enquanto o segundo é oficialmente considerado esporte mental desde 2010.

Poker gera benefícios para neuroplasticidade e controle de emoções




O poker começou a crescer no país no início dos anos 2000 e atualmente, segundo dados da Confederação Brasileira de Texas Hold’em (CBTH) já conta com mais de 10 milhões de entusiastas, cujos números incluem diversos fãs famosos.

Assim como outros esportes mentais, o poker conta com uma série de benefícios interessantes. Segundo o renomado Dr. Stephen Simpson, treinador mental que trabalhou com estrelas da modalidade como Liv Boeree e Chris Moorman, um dos principais é uma maior capacidade de criação de vias neurológicas no cérebro.

De acordo com o Dr. Simpson, quando os praticantes realizam uma atividade, como disputar partidas de poker, de forma consistente, diversas novas vias neurais são criadas no cérebro. Em uma entrevista para o site norte-americano PokerListings, o professor explicou que as fibras nervosas são cercadas por uma camada de mielina, que protege e nutre a célula nervosa, e que quanto mais os impulsos são transmitidos por essa rede, mais espessa fica essa camada.

Esse processo de feedback positivo é chamado de mielinização e quanto mais ele ocorre, melhor a capacidade do cérebro de transmitir impulsos e pensamentos. Para exemplificar melhor, o Dr. Simpson fez uma analogia comparando a camada de mielina com um fio de cobre.

Segundo ele, assim como um fio de cobre mais espesso é capaz de conduzir mais eletricidade, uma camada de mielina mais espessa é capaz de conduzir ideias mais rápido, o que aumenta a velocidade do raciocínio.
Outro benefício observado pelo Dr. Simpson em praticantes de poker foi uma maior capacidade de manter o foco e de aprender a lidar com situações adversas sem perder a calma.

“Eles também têm altos níveis de foco e concentração, e isso é testado ao limite durante as longas horas de competição. Além disso, por necessidade, eles aprenderam a lidar com falhas em série e com o famoso ‘tilt’” afirmou o Dr. Simpson.

“Os melhores jogadores aprenderam como controlar suas emoções. Eles evitam as grandes mudanças emocionais da alegria ao desespero que podem ocorrer durante uma única mão” completou.

Xadrez aumenta uso dos dois lados do cérebro e mantém o cérebro saudável

Apesar de contar com um número de praticantes bem menor que o poker, a Confederação Brasileira de Xadrez (CBX) conta com cerca de 30 mil afiliados espalhados por 19 estados do país, o xadrez também tem crescido e proporcionado muitos benefícios para os seus entusiastas.

Segundo um estudo da Faculdade de Medicina Albert Einstein, que envolveu 488 participantes e foi originalmente divulgado no site norte-americano Chess World, jogar xadrez estimula a função cerebral e pode ajudar a manter o cérebro saudável de diversas maneiras.

Os benefícios do xadrez para manter a mente ativa são ainda mais perceptíveis em indivíduos com idade avançada, já que esse esporte mental proporciona uma ótima oportunidade de socializar e possibilita que os idosos mantenham o cérebro ativo mesmo após a aposentadoria.

Um estudo publicado na prestigiada revista PLoS One e divulgado pelo jornal norte-americano The New York Times também encontrou resultados positivos para a prática desse esporte mental.

Nessa pesquisa, uma equipe de cientistas na Alemanha mostrou a especialistas e novatos objetos geométricos simples e posições de xadrez simples. Depois disso, eles pediram aos sujeitos para identificá-los, com os tempos de reação e atividade cerebral sendo devidamente monitorados com equipamentos.

Não houve diferenças significativas em relação aos objetos geométricos simples, mas quando foram mostradas as posições dos objetos de xadrez, os especialistas conseguiram identificá-las muito mais rápido que os novatos.

Os pesquisadores descobriram que isso era devido ao fato de que enquanto os novatos olhavam diretamente para as peças para reconhecê-las, os especialistas apenas olhavam apenas para o meio do tabuleiro e entendiam tudo com sua visão periférica – uma habilidade que sugere uma maior capacidade de abstração que pode ser desenvolvida para outras áreas.

Muitos outros benefícios

Os estudos mencionados acima são apenas algumas das pesquisas relacionadas aos esportes mentais. Essas modalidades proporcionam diversos benefícios e é possível apontar inúmeras outras pesquisas que indicam o desenvolvimento de autocontrole emocional, melhor capacidade de tomar decisões e habilidades similares.


Confira também

Esportes da mente ajudam a manter cérebro ativo

Muito já se sabe sobre os benefícios para a saúde proporcionados pela prática regular de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Experimentoe o Novo Livre