Projeto cria o “Dia da Reforma Protestante” e “Medalha Martinho Lutero” em Muriaé



O vereador Celsinho (DEM) enviou à Câmara Municipal de Muriaé um projeto de lei que institui o “Dia da Reforma Protestante” e cria a “Medalha Martinho Lutero” no município.

A proposta estabelece que o Dia da Reforma Protestante seja comemorado anualmente em 31 de outubro. A data passaria a integrar o Calendário Oficial de Eventos de Muriaé.

Em ocasião da data, de acordo com a proposição, o Legislativo Municipal irá realizar uma sessão especial para homenagear lideranças ligadas as igrejas evangélicas no município. Eles serão indicados pelos vereadores e pelo prefeito e serão agraciados com a Medalha Martinho Lutero. A quantidade de homenageados será definida pelo presidente da Câmara Municipal.

O projeto foi protocolado e aguarda inclusão na ordem do dia para ser apreciado pelos parlamentares.

31 de outubro não é apenas para celebrar o Halloween

O 31 de outubro é muito lembrado por ser a data de celebração do Halloween, mas também é lembrado pelo Dia da Reforma Protestante, que é celebrado pelos Luteranos e outras igrejas cristãs que tiveram como origem, mesmo que distante, a Reforma Protestante iniciada por Martinho Lutero, no dia 31 de Outubro de 1517. Neste ano, a data marcou também o aniversário de 500 anos das “95 teses” escritas pelo teólogo Martinho Lutero (1483-1546), que deram origem à Reforma Protestante.

Segundo a BBC Brasil, os documentos de Lutero dirigiam uma série de críticas à igreja católica e provocaram um racha no cristianismo – os ataques do teólogo desencadearam mudanças profundas capazes de surpreender até mesmo os mais familiarizados com esse episódio.

Fonte: Guia Muriaé

Últimas notícias em vídeo



Um comentário para “Projeto cria o “Dia da Reforma Protestante” e “Medalha Martinho Lutero” em Muriaé”

  1. Tyerra Coelho says:

    Considerando que vivemos num Estado laico, cada qual têm todo direito de professar sua fé e prestar cultos, seja qual for sua religião…

    O q me intriga é q num país cada dia mais dilacerado e dividido, ainda continuamos na contramão, criando Leis exclusivas, para grupos específicos…

    Nada contra os protestantes, nada mesmo!! Mas sob a ótica dessa Lei, por que não fazemos um dia para os umbandistas (que não são macumbeiros, pois a essência de sua doutrina é até muito humanista), um dia pros espíritas, um dia pros budistas, etc… E por que não um dia pros ateus?!? (Direito deles de serem)

    A segregação classista em que o país está mergulhado, faz com que cada um valorize sua causa, e deixe de ver as causas vizinhas, que por muitas vezes refletem melhor a coletividade…

    Isso começa a nível municipal e depois vai se transformar em bancadas no congresso, a bancada ruralista e sua causa, a bancada evangélica e sua causa, a bancada LGBT e sua causa, a bancada dos negros e sua causa, e nos fim temos um mosaico social, fragmentado, bizarro, onde as peças não produzem uma imagem única, mas sim um reflexo da grande rachadura que é o Brasil.

Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.