Maranhão confirma os primeiros casos da variante indiana do coronavírus no Brasil

A Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão (SES-MA) informa que o Instituto Evandro Chagas (IEC) identificou a variante B.1.617.2, mutação do vírus da Covid-19 na Índia, na amostra da tripulação do navio “MV SHANDONG DA ZHI”, ancorado na área de fundeio, em alto mar, na costa de São Luís.

No total, 15 tripulantes testaram positivo para Covid-19 e nove tiveram o diagnóstico negativo. Das seis amostras com maior carga viral para sequenciamento genômico enviadas ao IEC, todas apresentaram resultado positivo para B.1.617.2.

A Secretaria relembra que 23 tripulantes continuam em quarentena, isolados em cabines individuais, dentro da embarcação. Destes, dois apresentam sintomas leves e 12 continuam assintomáticos. Apenas um tripulante está fora do navio e segue internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de hospital da rede privada na capital maranhense.

Quanto às medidas de vigilância dos contactantes do hospital privado, a SES informa que iniciou a testagem e mantém o monitoramento de todos os profissionais que tiveram contato direto e/ou indireto. A Vigilância Sanitária Estadual também notificou a empresa responsável quanto a proibição do navio atracar na área portuária, em São Luís.

Por fim, a Secretaria de Saúde do Maranhão comunica que o Ministério da Saúde (MS) já foi comunicado para adoção das medidas cabíveis e uma equipe da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS/MS) está sendo deslocada para São Luís. Até o momento, não há identificação de transmissão local da variante indiana.

Fonte: SES-MA


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo