Home / Notícias / Cidade / Campanha de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes em Muriaé

Campanha de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes em Muriaé

Terminou nesta quarta-feira (27) a “Campanha Municipal de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”. A ação que fez parte de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, através do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e diversos outros colaboradores, começou no dia 18 deste mês e chamou a atenção de grande parte da sociedade sobre a importância da prevenção e do enfrentamento do problema da violência sexual infantojuvenil.

Dentro das programações foram realizadas palestras, rodas de bate-papo, mini capacitações, caminhadas e panfletagens para conscientizar a população. Membros das equipes engajadas na Campanha estiveram divulgando-a nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) dos bairros Santa Terezinha e Aeroporto; no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) do bairro São Joaquim, que funciona em parceira com o Projeto Boas Novas; no Serviço Social do Comércio (Sesc); na Escola Municipal Ermyro Teixeira de Siqueira e no Pró Criança do distrito de Vermelho; na Escola Municipal José Miguel Muahad; na Escola Municipal Clara de Castro Rogério; no CAIC; e no Banco do Brasil por meio do Projeto AABB Comunidade.




“A nossa intenção através da Campanha Municipal de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi sensibilizar, estimular e encorajar as pessoas a denunciar, e, com isso, proteger as crianças e adolescentes do abuso e exploração sexual. A Prefeitura de Muriaé, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, tem investido em diversas ações de políticas públicas visando o enfrentamento ao fenômeno; tem capacitado os setores que lidam diretamente com esse tipo de problema; e implantado efetivos projetos sociais. Nós estamos fazendo a nossa parte, mas é necessária uma maior participação da população e integração das comunidades em relação ao assunto. É preciso garantir a todas as crianças e adolescentes o direito ao desenvolvimento de sua sexualidade de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração”, enfatizou a secretária de Desenvolvimento Social, Cláudia Aquino Sigiliano.

A denúncia contra o abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes pode ser feita de forma anônima, através do Disque 100; do telefone da Polícia Militar 190; por meio do Conselho Tutelar (32) 3721-1342 ou pelo CREAS (32) 3721-5652.

Fonte: SDSM




Confira também

Saiba o que abre e o que fecha no feriado de 15 de novembro em Muriaé

Assim como aconteceu no último feriado nacional, no dia 12 de outubro (Nossa Senhora Aparecida), …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *