Home / Notícias / Cidade / DEMSUR comemora Dia da Água com visitas à ETA Gávea e mina do Madurinho

DEMSUR comemora Dia da Água com visitas à ETA Gávea e mina do Madurinho

No dia 22 de março foi comemorado o Dia Mundial da Água. O Departamento de Saneamento Urbano de Muriaé (DEMSUR) comemorou a data em dois momentos distintos. Na parte da manhã, os alunos do quinto ano da Escola Municipal Esmeralda Viana, do bairro Inconfidência I, visitaram a Estação de Tratamento de Água da Gávea, a ETA Gávea. À tarde foi a vez dos alunos do curso de Técnico em Meio Ambiente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste MG), Campus Muriaé, conhecerem uma nascente protegida, a mina do Madurinho, no bairro Kennedy.

O Diretor do DEMSUR, Geraldo Júnior, participou dos eventos. Ele explicou que as ações da autarquia em 2017 serão voltadas, prioritariamente, para impedir que falte água na cidade. “Já adquirimos bombas substitutas para todos os reservatórios e vamos providenciar obras emergenciais nos bairros mais problemáticos, como o Primavera e o Aeroporto”, afirmou.




Durante a visita à ETA Gávea as crianças conheceram todo o processo de tratamento da água, desde quando ela entra na estação até o momento da distribuição. Elas foram recebidas pela palhacinha Lili, que, de forma lúdica e muito didática, mostrou todo o procedimento aos visitantes. As professoras Miriam Ceribelli e Sônia Ferreira, parabenizaram o DEMSUR pela iniciativa. Elas disseram que o aprendizado em campo, conforme o que aconteceu na visita, é o que mais toca as crianças. “Elas aprendem e não esquecem mais”, disse Míriam.

Ao final do passeio, os pequenos puderam se divertir com uma apresentação do palhaço Mocotó, que foi se encontrar com Lili para dar mais lições sobre economia de água e limpeza urbana. Os pequenos se surpreenderam ao saber que Mocotó e Lili são na verdade, Alessandro Pontes da Silva, motorista do caminhão de lixo e Elisângela Maria Fagundes, operadora de estação de tratamento de água.

O período da tarde foi de passeio ecológico, plantio de árvores e piquenique ecológico. Alunos do primeiro período do curso de Técnico em Meio Ambiente, acompanhados dos professores Ana Paula Carvalho, coordenadora do curso e Washington Couto, aprenderam no local, como é feita a preservação de uma nascente.




Durante a visita à mina do Madurinho, local onde, tradicionalmente, as pessoas buscam água para consumo, eles assistiram a uma palestra sobre conservação de nascentes com a Operadora de Estação, Elisângela Fagundes, a Bioquímica Amanda Ramos e receberam explicações dos professores. Os visitantes ainda tiveram a oportunidade de ter uma conversa com o Diretor do DEMSUR, Geraldo Júnior.

O plantio de árvores também fez parte das atividades. O objetivo, além de garantir maior preservação para a região é proporcionar sombra para os frequentadores do local. Foram plantadas duas mudas, um Ipê Roxo e um Jacarandá. Uma das mudas foi plantada pelo Diretor do DEMSUR, Geraldo Júnior e a outra pelos alunos do curso.




Os funcionários do DEMSUR, Paulo Alberto Briggs, Auxiliar de Serviços Gerais e Ronivaldo de Souza, Agente de Fiscalização, participaram das atividades que aconteceram na parte da tarde.

A nascente do Madurinho é uma das minas contempladas pelo projeto Re-nascer, criado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente com coparticipação do DEMSUR, IEF (Instituto Estadual de Florestas) e EMATER-MG (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais), com o objetivo de preservar localidades com nascentes. O projeto Re-Nascer foi premiado “Top da Ecologia” na 7ª edição do prêmio Hugo Werneck de “Sustentabilidade & Amor à Natureza”, em novembro de 2016.

Fonte: DEMSUR

Confira também

Tiro de Guerra de Muriaé inicia ano de instrução para 2020

Cem jovens muriaeenses iniciaram neste mês o ano de instrução no Tiro de Guerra 04-016. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *