Home / Notícias / Cidade / Diante crise de desabastecimento, entidades pedem que comércio mantenha preço justo

Diante crise de desabastecimento, entidades pedem que comércio mantenha preço justo

A Associação Comercial de Muriaé e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Muriaé, representantes do comércio e indústria do município, divulgaram uma nota oficial pedindo que os comerciantes mantenham preço diante da crise de desabastecimento.

Cientes das dificuldades pontuais de abastecimento após a paralisação dos serviços de transporte rodoviário de cargas, as entidades solicitam, a seus associados e a todos os comerciantes locais, compreensão e solidariedade com a população.




As entidades reprovam qualquer iniciativa dos que queiram se aproveitar da preocupação dos muriaeenses com o desabastecimento de itens perecíveis para aumentar o preço dos produtos, em especial os de necessidade básica.

As entidades afirmam que lutam pela diminuição da carga tributária, que onera severamente o comércio e a indústria, assim como a toda população brasileira, porém é crucial que nesse propósito seja mantida a honestidade nos valores praticados nos setores industrial, varejo e atacado.

– Agradecemos a compreensão e contamos com a colaboração de todos. Juntos, construiremos um Brasil melhor – ressaltam as entidades na nota oficial.

Fonte: Guia Muriaé

Confira também

Empresa abre vagas para vendedor em Muriaé

O Grupo Águia Branca, com sede em Vitória (ES), abriu vagas de emprego na cidade …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *