Prefeito de Muriaé apresenta para juiz da Infância e Adolescência projeto do “Complexo Casa Lar”

O juiz de direito Juliano Carneiro Veiga, titular da Vara da Infância e da Juventude da Comarca de Muriaé, esteve reunido com o prefeito José Braz neste dia 20 de maio para conhecer o projeto de construção de três novas Casas Lar que abrigará crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade no município.

O prefeito, juntamente com os secretários de Desenvolvimento Social, Eveline Amaral; de Governo, Paulo Sérgio Amaral; de Obras, Carlos Kneip e a diretora da Fundarte, Gilca Napier, apresentaram o projeto do complexo, que terá mais de 5 mil metros quadrados e abrigará as unidades que terão 24 suítes individuais, além de área gourmet, espaço de lazer, pomar e pista para bicicletas.

Uma das residências será inclusiva, para abrigar e cuidar de jovens e adultos com necessidades especiais que não tenham família.

A construção deve ter início entre julho e agosto deste ano. “Vamos contar com apoio da sociedade civil para construir esta obra que será feita com recursos do próprio município e vai ajudar nossas crianças e nossos jovens em situação de vulnerabilidade”, disse o prefeito José Braz.

A secretária Eveline Amaral destacou que o complexo contribuirá com o atendimento hoje oferecido pela prefeitura.

“Temos uma equipe de profissionais dedicada e muito sensibilizada com a necessidade de cada um dos assistidos ali. Com este espaço amplo, oferecemos um serviço de melhor qualidade a cada um que estiver abrigado ali”, ressaltou.

Dr. Juliano Carneiro Veiga enfatizou, após conhecer o projeto, que desconhece uma administração pública preocupada e empenhada em oferecer às crianças e adolescentes um serviço de excelência e que, ao concluir o projeto, a Prefeitura de Muriaé estará cumprindo o seu dever com o melhor que se pode ofertar.

“Nada como ver de perto o trabalho que se pretende fazer com as crianças e jovens acolhidos em Muriaé. A proteção oferecida pelo Estado e pela Sociedade é secundária à proteção familiar. Mas, aqui, os que necessitam, têm um atendimento especial e, com esta nova obra, amenizará o sofrimento que estas crianças enfrentam”, disse o juiz.

Fonte: PMM


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo