Resumo da novela Chamas da Vida – 28/02 a 04/03

Confira o resumo dos próximos capítulos da novela Chamas da Vida (de 28 de fevereiro a 05 de março), exibida pelo Canal Viva, e fique por dentro dos principais acontecimentos desta semana.

* capítulo 001, segunda-feira, 28 de fevereiro

Na Reserva Florestal do Tinguá Pedro, Wallace e Cazé fazem um treinamento de bombeiros. Um vulto os observa de longe. O Tenente-coronel Eurico cumprimenta Cazé, Pedro e Wallace. Ele diz que Junior e Guilherme têm que se empenhar mais. Junior chama o tenente de Pai. Eurico diz para Junior que no quartel ele não é seu filho. Antonio e Manu se agarram em um carro velho. Marreta manda os dois saírem do carro. A polícia chega. Antonio e Manu fogem. O policial acusa que no ferro-velho de Marreta tem dois carros que participam de racha. Marreta diz que não tem nenhum carro. Pedro diz para Cazé que achou que alguém o estava seguindo na mata. Taissa diz para Junior que ele tem que ajudá-la a procurar um marido no quartel. Antônio pega um guindaste com um carro velho e atira em direção aos policiais. Os policiais atiram. Antonio e Manu entram no carro. Ivonete diz para Pedro que dormiu mal porque Pedro estava treinando na mata. Antonio pilota o carro e passa por uma cerca de alambrado. Carolina filma um menino de rua chamado Demorô e diz que está fazendo um documentário. Um homem chamado Carlão tira a câmera de Carolina e diz que ela tem pagar para filmá-los. Ela diz que não vai pagar, tira a câmera da mão dele e corre.

Carlão pega a bolsa de Carolina. Demoro foge com Carolina. A polícia leva Marreta para a delegacia. Pedro diz que Vivi está usando uma calça curta demais. Ela diz que todas as amigas usam calça apertada. Antonio chega em casa. Pedro diz que ele está andando com a turma de arruaceiros. Antonio diz que Pedro não manda nele. Carolina pega a bicicleta e convida Demorô para ir até a produtora dela. Tomás diz para Vilma que não consegue falar com Carolina. Vilma diz que Tomás já namora há três anos com Carolina e já está na hora de casar. Tomas diz que Carolina é difícil de amarrar. Vilma diz para Tomás engravidar Carolina. Tomás diz que tem vontade de largar tudo e ficar com uma mulher que ele queira. Vilma manda Tomas nunca mais falar isto. Ela diz que o pai de Tomas morreu por causa de Walter e ela quer o que é dela de volta. Tomás diz que é difícil conviver com a família de Carolina fingindo que nada aconteceu. Arlete diz para Walter que os anões que ela coleciona dão sorte para os negócios e que ela vai levá-los para o churrasco da fábrica.

Carolina deixa a bicicleta na rua e entra no prédio. Ela não repara que Carlão está dentro do apartamento dela. Pedro diz para Wallace que pensou que nunca ia conseguir cuidar dos irmãos. Wallace diz que ele se cobra demais. Carolina grita por socorro. Carlão tapa a boca dela. Zé, o porteiro, entra e manda Carlão largar Carolina. Carlão foge. Vilma demite o copeiro. No churrasco da fábrica, Antonio chega perto da churrasqueira com uma sacola. Arlete diz para Carolina voltar a morar com ela e o pai. Carolina diz que também está com medo da violência e diz que vai ficar um tempo com eles. De repente, fogos explodem na churrasqueira e atingem as pessoas. Antonio dá risadas. Tenente-Coronel Eurico no quartel avisa aos soldados que tem um incêndio na fábrica de sorvetes. Pedro, Wallace, Guilherme, Cazé e Junior chegam para apagar o fogo. Pedro afasta Carolina que está filmando o incêndio. Ela diz que não vai sair. Pedro pega Carolina no colo e a retira do local do incêndio. Tomás não gosta de ver Carolina no colo de Pedro e fala com eles.

Vó Tuquinha pergunta para Pedro se ele não se recorda de Carolina. Carolina se lembra de Pedro. Tomás tirar satisfação com Pedro. Carolina fica chateada. Pedro vai embora, mas dá uma olhada para Carolina, denunciando um interesse por ela. O segurança acusa Antonio de jogar fogos na churrasqueira. Carolina pensa em Pedro. Pedro está dormindo com Ivonete, quando Wallace liga e diz que a fábrica da GG está pegando fogo. Carolina, na fábrica, vê que a fumaça está entrando pela fresta na porta. Carolina fica presa na sala com o celular sem bateria. Os bombeiros chegam à fábrica. Carolina passa mal. Walter e Arlete gritam desesperados quando descobrem que Carolina está presa. Wallace e Pedro entram no foco do incêndio para salvar Carolina. Uma explosão faz o piso ceder, Pedro e Wallace ficam pendurados. Pedro segura a mão em uma laje. Wallace é seguro, apenas, pela outra mão de Pedro. Pedro diz para Wallace se segurar. Wallace diz para Pedro que ele não vai conseguir salvá-lo e os dois vão morrer. Wallace diz para Pedro tomar conta de Ivonete e dizer que ele ama tia Tuquinha e tia Catarina. Pedro diz para Wallace que ele não vai deixá-lo cair. Wallace diz para Pedro salvar Carolina. Pedro fica no impasse.

* capítulo 002, terça-feira, 01 de março

Pedro diz que não pode soltar Wallace e que os dois vão cair. Wallace solta a mão de Pedro e cai. Pedro fica chocado, imóvel pela dor. Eurico chama Pedro pelo rádio. Pedro diz para Eurico que está perto da sala onde está Carolina. Roberto diz que acha estranha a forma como a fábrica se incendiou. Arlete pergunta para Roberto se ele está sugerindo que foi um incêndio criminoso. Ele diz que pode ter sido. Pedro entra na janela onde está Carolina, que está caída no chão. Pedro desce Carolina de rapel. Pedro e Carolina se protegem de uma explosão. Vô Tuquinha dá um susto em Raíssa, que está assistindo um filme de terror. Pedro diz para Eurico que Wallace ainda está com ele. Carolina pergunta se aconteceu alguma coisa com Wallace. Pedro, emocionado, diz que Wallace morreu. Pedro diz para Carolina que eles têm que sair do incêndio. Dionísio fica pasmo porque Vilma está calma mesmo com a fábrica pegando fogo. Antonio mostra para sua turma, a capa de chuva que roubou do almoxarifado da fábrica. Antonio diz que não quer que a fábrica exploda. Guilherme, Cazé e Junior abrem passagem nas ferragens do incêndio. Junior fica em pânico e sai do meio do incêndio. Cazé diz que Junior está com medo. Eurico vê Junior saindo do incêndio e chama o filho de covarde. A fábrica começa a explodir. Eurico diz para Guilherme e Cazé evacuarem.

Walter discute com Eurico, que diz que não pode deixar os homens em um prédio que está desabando. Walter implora para Eurico ajudar a salvar Carolina. Guilherme e Cazé saem do prédio arrasados. O prédio explode. Todos ficam angustiados. Pedro aparece no meio da fumaça com Carolina nos braços. Pedro coloca Carolina na maca. Walter e Arlete chegam para ver a filha. Os paramédicos a levam para a maca. Eurico pergunta para Pedro sobre Wallace. Pedro volta à pensão. Tuquinha pergunta sobre Wallace e Pedro diz que ele morreu. Tuquinha e Ivonete entram em choque. Vivi e Rafa consolam Pedro. Marreta conta para Antonio e Manu que a fábrica pegou fogo. Antonio não se importa. Marreta conta que Wallace morreu e Antonio se assusta. Arlete diz que não acha que foi Antonio. Tomás diz que acha que foi Antonio que colocou fogo na fábrica. Carolina diz para Tomás que vai ao enterro de Wallace. Vilma diz para Dionísio que quem escolhe ser bombeiro pode morrer queimado. Beatriz não se conforma com a afirmação da mãe. Carlão bate em Demoro. Antonio diz para Manu que não colocou fogo na fábrica, que apenas roubou as capas. Manu diz que ele colocou fogo e não sabia que Carolina não estava na fábrica. Pedro, no púlpito próximo ao caixão de Wallace, discursa sobre a amizade que tinha com ele. Todos choram de emoção. Tuquinha diz para Catarina que nunca imaginou que iria enterrar o neto. Antonio e Manu entram no cortejo. Pedro vê Antonio e, com raiva, sai perguntado se foi Antonio.

* capítulo 003, quarta-feira, 02 de março

Antonio diz que não. Pedro diz para Antonio olhar bem para quem está dentro do caixão. Guilherme tira Pedro e segue no cortejo. Demorô diz que não ia roubar Michele, mas o policial dá um tapa na cabeça dele. Antonio observa de longe a cerimônia do enterro de Wallace e chora. Vilma observa que Antonio olha para Pedro e comenta com Tomás. Eurico consola Tuquinha. Antonio vai em direção de Tuquinha. Guilherme diz para ele falar com ela depois. Antonio diz que gostava de Wallace e não queria que ele morresse. Antonio diz para Guilherme que pichou a fábrica mas não colocou fogo. Guilherme mostra o colar de Antonio e diz que ele foi encontrado no rescaldo do incêndio. Carolina diz para Pedro que ele pode contar com ela. Ivonete abraça Pedro. Carolina cumprimenta Ivonete, que não dá a mão para ela. Ivonete diz que Wallace morreu tentando salvar Carolina. Antonio tenta pegar o colar com Guilherme. Vilma e Tomás dizem que Walter tem que dar queixa na polícia contra Antonio. Brito diz para Roseclair que acha que foi Antonio que colocou fogo na fábrica. Guilherme diz que Pedro vai querer descobrir se foi o irmão que cometeu o crime. Vivi encontra um bilhete de Rafa dizendo que fugiu de casa e que vai para a reserva dar um tempo. Pedro diz que vai procurá-lo. Carolina diz que vai com ele. Ele agradece e chama Guilherme e Cazé. Rafa, na mata, um vulto o segue.

Arlete diz para Gildete que no dia do incêndio Walter disse que ia na casa de Alfredo, mas não foi. Pedro, Guilherme e Cazé entram na mata em busca de Rafa. Carolina diz para Beatriz que ela mandou Demoro ir procurá-la na produtora. Demoro vai para o reformatório. Rafa sente que está sendo perseguido. Ele escorrega e fica pendurado no penhasco. Pedro ouve os gritos de Rafa. O vulto estica a mão para ajudá-lo. Pedro grita o nome de Rafa e o vulto sai. Pedro tira Rafa, que diz que uma pessoa o ajudou. Pedro tenta ir atrás do vulto. O vulto se revela. Pedro pergunta quem ele, é, mas o homem (Miguel) foge. Arlete pergunta para Walter onde ele estava na hora do incêndio. Carolina liga para Pedro para saber de Rafa. Walter diz para Arlete que não tem cabimento ela desconfiar dele. Eurico suspende Junior das funções de bombeiro. Antônio diz para Pedro que não foi ele que colocou fogo na fábrica. Pedro se irrita com Antonio. Pedro pergunta como ele deixou o colar cair na fábrica. Antonio encara Pedro e diz que não foi ele. Pedro diz para ele encarar Vó Tuquinha, Tia Catarina e Ivonete. Antonio diz que vai falar com elas. Vilma diz para Walter que vai mentir para Arlete e dizer que eles estavam jantando. Antonio jura para Vó Tuquinha que não colocou fogo na fábrica. Vó Tuquinha diz para Antonio sair da frente dela. Tomás diz para Carolina que quer casar com ela em breve e ir para Paris de lua-de-mel. Ela diz que é melhor esperar um pouco. Os garotos do reformatório batem em Demoro. A polícia bate na casa de Pedro e diz que Antonio foi intimado para ir à delegacia. Pedro diz que Antonio não vai sair da casa acompanhado pela polícia.

* capítulo 004, quinta-feira 03 de março

Antonio diz que não vai para a delegacia. Pedro diz para Antonio se acalmar. O policial diz que só quer esclarecer os fatos. Pedro diz que Antonio vai para o quartel e vai colaborar com a investigação. Guilherme chega perto de Miguel na feira de Tinguá. Miguel repara e foge de Guilherme. Antonio pede dinheiro para Marreta. Manu diz que vai pegar o dinheiro com os pais dela. Antonio diz que vai fugir. Junior desabafa com Raíssa, que diz que ele é o seu melhor amigo. Junior fica frustrado. Cazé encontra Antonio e corre atrás dele. Antonio foge de carro. Cazé, Raissa e Junior pegam um carro e seguem Antonio. Pedro fica triste quando vê o armário de Wallace. Vilma diz para Tomás que Carolina ficou mexida quando conheceu Pedro. Tomás diz que Carolina o ama. Vilma diz que o namoro deles é chocho. Vilma diz que eles têm que jogar pesado contra Antonio para afastar Pedro de Carolina.

Antonio e Manu fogem no carro em alta velocidade. Cazé, Raíssa e Júnior vão na cola deles. Antonio capota o carro. Carolina não encontra Demoro no reformatório e diz que vai procurá-lo na rua. Cazé e Junior tentam retirar Antônio e Manu, que estão presos no carro capotado. Cazé tira Antonio do carro. Antonio, desesperado, diz que precisa tirar Manu. Cazé afasta Antonio na marra. Eurico mostra uma placa com o desenho da Fênix e entrega para Pedro. Ele diz que quem colocou fogo na fábrica deixou as placas como forma de ‘gozação’. Pedro diz que isto aponta para Antonio, que tem mania de fazer este tipo de brincadeira. Os bombeiros tiram Manu das ferragens. Antonio vai com ela na ambulância. Carolina volta na rua onde conheceu Demoro. Carlão aparece e vai segue Carolina e Diego. Vilma diz para Arlete que elas precisam providenciar o casamento de Tomás e Carolina. Arlete pergunta para Vilma onde Walter estava no dia do incêndio. Vilma diz que foi jantar com ele. Carlão ameaça Carolina com uma arma. Vilma diz para Tomás que eles têm que tomar cuidado para não descobrirem o dinheiro que eles desviaram da fabrica. O delegado diz para Pedro que Antonio foi denunciado por Vilma e Tomás.

* capítulo 005, sexta-feira 04 de março

Vilma diz a Pedro que Antonio é um marginal e que tem que ser preso. Pedro diz que Walter não queria envolver a polícia. Vilma diz que o lugar dos arruaceiros é na cadeia. Pedro pergunta por que Vilma está tão interessada em acusar Antonio. Antonio diz que Tomás sempre o perseguiu na fábrica. Tomás diz que Antonio é um marginal. Antonio dá um soco em Tomás. Carolina chega a casa de Pedro, mas encontra Ivonete. Carolina diz que foi dar apoio a Pedro. Ivonete diz que é a namorada de Pedro e que ele não precisa de apoio. Joaquim chega e diz a Ivonete que Rafa está com uma crise de asma. O delegado diz que Antonio está preso por condução perigosa. Antonio pede a Pedro para o ajudar. Pedro diz que ele cometeu um crime e tem que pagar. Pedro encontra Carolina e Ivonete fica com ciúmes.

Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo