Após pichação, adolescentes limpam prédio público em Muriaé

Na noite de 28 de julho, a Polícia Militar conduziu quatro jovens e dois adolescentes à Delegacia de Polícia por picharem o prédio do Memorial Municipal, na Praça Coronel Pacheco de Medeiros (antigo Paço Municipal).

Na manhã desta quarta-feira (19), os adolescentes, cumprindo medida socioeducativa imposta pela Justiça, estavam limpando as pichações que haviam feito no prédio. Os pais dos adolescentes pagaram pelo material para limpeza e repintura. De acordo com o responsável pelo Memorial Municipal, João Vargas, a limpeza das outras pichações estão sendo feitas por pintores da Prefeitura de Muriaé, com tinta também comprada pelos pais dos adolescentes.

No Brasil, a prática de pichação é considerada vandalismo e crime ambiental, nos termos do artigo 65 da Lei 9.605/98 (Lei dos Crimes Ambientais), que estipula pena de detenção de 3 meses a 1 ano, e multa, para quem pichar, grafitar ou por qualquer meio conspurcar edificação ou monumento urbano

Fonte: Guia Muriaé


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre