Corpo de Bombeiros monta operação de guerra contra a Covid-19; entenda as ações

Foto: Guia Muriaé
A pandemia causada pela Covid-19 tem se tornado um grande desafio a ser vencido ao redor do mundo. No Brasil, muitos estados têm amargado tristes resultados de mortes de civis e também de profissionais que atuam na linha de frente.

Em Minas, o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) tem atuado de forma contundente em ações coordenadas pelo governo, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), e os resultados refletem o quanto a integração tem sido importante para reduzir os danos causados pelo coronavírus.

Com sua expertise de gestão em desastres, o Corpo de Bombeiros tem apoiado a SES, cedendo alguns de seus talentos humanos para atuarem em conjunto no desenvolvimento de diversas ações. Temos bombeiros militares atuando em frentes como o Comitê de Integração voltado para fomentar a colaboração dos órgãos do Estado e da União; o Centro de Operações de Emergência em Saúde (Coes) e o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS).

O CBMMG montou ainda uma Sala de Situação que atua permanentemente na recepção de informações e análise estatística, preparação dos informes gráficos, determinação de indicadores, produção de relatórios e informativos e monitoramento diário de informações, a fim de subsidiar a tomada de decisões, a comunicação com os demais atores e a gestão da situação da Covid-19 no estado.

Além de todas essas frentes de atuação, o Corpo de Bombeiros elaborou rigorosos protocolos de biossegurança para garantir a preservação dos militares na atuação operacional diária e protocolos para lidar com vítimas supostamente contaminadas.

Cabe ressaltar ainda que o CBMMG é um dos poucos Corpos de Bombeiros do país em investir em tecnologias modernas de paramentação e cuidados com a tropa. Ações que, além de preservar a saúde dos militares, contribui para evitar a proliferação da doença na sociedade mineira.

Fonte: CBMMG


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre