Operação Legalidade II prende 108 pessoas nas primeiras horas da manhã em Minas



Como parte da Operação Mais Segurança, que começou no dia 18 e vai até 31 de dezembro, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) realiza nesta quarta-feira (27), em todo o estado, a Ação denominada Legalidade II, que é realizada simultaneamente nas demais unidades da Federação. O balanço parcial do trabalho realizado em Minas registra 108 prisões até as 10h. No período da tarde, será divulgado um novo balanço das prisões, assim como números de armas e objetos apreendidos.

Cerca de dois mil policiais estão mobilizados na Legalidade II, com envolvimento dos 18 departamentos territoriais da PCMG, além dos outros quatro departamentos que reúnem as delegacias especializadas de Antidrogas, Homicídios, de Patrimônio e de Orientação e Proteção à Família.




Segundo o superintendente de Investigação e Polícia Judiciária, Jeferson Botelho, as ações tem foco nas quadrilhas de tráfico de drogas, uso de explosivo em caixas eletrônicos, roubos de cargas e homicídios, mas não se limitam apenas ao ato de prender suspeitos, pois são planejadas com pelo menos cinco dias de antecedência, envolvendo sobretudo os setores de inteligência e de logística da polícia.

“Nosso esforço é para reduzir os índices de criminalidade violenta em todo o Estado e com isso contribuir para o aumento da sensação e segurança”, afirma o superintendente. Ele explica que a apreensão de objetos ligados à prática de delitos, como armas, munições e drogas, tem desdobramento natural nas investigações policiais qualificadas que visam o esclarecimento dos diversos tipos de crimes.

O superintendente destaca que as prisões têm caráter também preventivo, sobretudo para os casos de violência doméstica, tendo em vista que entre os alvos estão pessoas que descumpriram medidas previstas pela Lei Maria da Penha.

Muriaé

Duas pessoas foram presas, sendo apreendido um revólver, munições e drogas. A Polícia Civil prossegue com a operação agora a tarde.

Fonte: PCMG / Foto: Silva Alves

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.