24 ônibus são incendiados em 17 cidades mineiras em 24 horas



A Polícia Militar de Minas Gerais registrou, nas últimas 24 horas, uma série de ataques a ônibus no estado. Pelo menos 24 veículos foram incendiados em 17 cidades mineiras.

Durante coletiva de imprensa, o major Flavio Santiago, chefe da Sala de Imprensa da PMMG, disse que a corporação acredita que as ações tenham sido orquestradas por facções criminosas pelas redes sociais e teriam ligações com demandas vindas de dentro dos presídios.

– Não foi algo só em Minas, tivemos registros de ações semelhantes em outros Estados, como São Paulo. O serviço de inteligência irá investigar, mas mesmo sendo regiões distantes, com as redes sociais é possível essa articulação – afirmou o oficial.




Em um incêndio registrado em Itajubá, no Sul de Minas, foi deixado um bilhete com o motorista, no qual bandidos reclamavam da opressão no presídio da cidade e também de problemas no presídio federal de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte.

30 suspeitos já foram detidos, sendo oito presos em flagrante. A polícia segue em rastreamento dos demais envolvidos.

O caso já está sendo investigado pelos Setores de Inteligências das forças de segurança pública, incluindo a Polícia Federal.

Cidades onde ocorreram os ataques

Itajubá
Brasópolis
Monte Santo de Minas
Lagoa Prata
Passos
Guaxupé
Alfenas
Poços de Caldas
Uberaba
Uberlândia
Araxá
Pouso Alegre
Cruzília
Varginha
Belo Horizonte
Três Corações
Santa Luzia

Fonte: Guia Muriaé, com informações do O Temp

Últimas notícias em vídeo



Um comentário para “24 ônibus são incendiados em 17 cidades mineiras em 24 horas”

  1. Cleber Paradela says:

    A polícia mineira é um exemplo de competência. ela não pode deixar de apurar severamente esses atos. Minas não pode virara Rio de Janeiro.

Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.