Após cursos do SENAR, mulheres empreendem no setor de alimentação na região

Cursos do Sistema FAEMG/SENAR/INAES na área de alimentação têm despertado nos participantes a vontade de empreender e expandir os negócios. É o caso de Alessandra Olivato de Lima, que produz iogurtes, e de Solange Moreira, que diversificou a produção de conservas.

A agricultora familiar Alessandra Olivato de Lima fez o curso de Derivados do leite oferecido pelo Sistema FAEMG/SENAR/INAES em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais de Simonésia em 2020 e 2021.

Hoje ela fabrica e comercializa iogurtes, garantindo uma renda extra para a família. Com apenas uma vaca, a produção média mensal é de 60 litros de iogurtes, vendidos em Simonésia e Santana do Manhuaçu. Cada 500ml, custa R$6.

“Aprendi muito no primeiro curso, e aperfeiçoei os processos no segundo, por isso decidi empreender. A instrutora Juliana Rocha é excelente, esclareceu todas as minhas dúvidas e a experiência me incentivou a começar”.

Em Canaã, as técnicas aprendidas no curso de fabricação de Picles e Derivados do Tomate ajudaram a produtora Solange Moreira a expandir sua produção de conservas. Ela, que já produzia para familiares e amigos, buscou junto ao Sindicato dos Produtores Rurais de Viçosa, orientações para se aperfeiçoar e ampliar a comercialização.

As conservas de pimenta biquinho são o forte da empreendedora, e são vendidas por R$10, cada. Solange afirma que, após a formação, teve segurança para aceitar grandes encomendas e investir na diversificação das conservas.

“Aprendi os detalhes sobre produção e validade e agora vendo sem medo. Hoje sei que faço um produto de qualidade que enchem os olhos dos clientes também pela beleza. Receber elogios aos produtos não tem preço”, pontuou.

Para a instrutora Andréa Machado, alunas como a Solange são exemplos do potencial transformador dos cursos oferecidos pelo SENAR MINAS. “É muito gratificante saber que proporcionamos mudanças de atitude na vida das pessoas. Isso é o fruto do nosso trabalho e. Nos dá forças para enfrentar os desafios e ter esperança de dias melhores”.

A mobilizadora do Sindicato dos Produtores Rurais de Viçosa, Mirivone Silveira destacou a importância de os produtores apresentarem suas demandas aos Sindicatos, como a Solange fez. “Fazemos o possível para contribuir com o crescimento de todos. Ver os resultados é uma grande satisfação”.

Fonte: Senar


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo