Bandidos roubam mercado e tentam assaltar loja em Visconde do Rio Branco

Duas ocorrências de roubo foram registradas pela Polícia Militar, na noite dessa segunda-feira (17), na cidade de Visconde do Rio Branco, uma delas consumada e a outra tentada. Duas pessoas foram presas.

Por volta das 19h30, a Polícia Militar foi acionada a comparecer à Rua General Osório, no bairro São Jorge, onde um mercado foi assaltado. Chegou ao local uma motocicleta cor prata, ocupada por dois indivíduos de estatura mediana, aproximadamente 20 anos de idade, ambos trajando camisa e bermuda, um deles com capacete preto velho sem viseira. O carona a desembarcou do veículo, sacou da arma de fogo e anunciou o roubo, subtraindo aproximadamente a quantia R$ 300,00, um aparelho celular e um cordão de prata. E de outra vítima subtraiu a quantia de R$500,00. Após o crime, os assaltantes fugiram tomando rumo ignorado. A PM realizou rastreamento, porém sem êxito.

Já por volta das 20h, a PM foi acionada a comparecer à Rua Capitão Geraldo Walter Cunha, no bairro Ducilia Carone, onde criminosos tentaram roubar uma loja de roupas. As vítimas perceberam quando dois indivíduos ocupando uma motocicleta de cor preta haviam passado em frente ao comércio e levantaram a viseira do capacete no momento em que a caixa realizava um atendimento. Ao desconfiarem que iriam ser roubadas, saíram correndo. Os ocupantes da motocicleta retornaram e pararam o veículo em frente à loja, instante em que o carona, trajando blusa de moletom preta, calça jeans e tênis azul, desceu do veículo com a arma em punho, aparentando ser uma pistola. Ele não encontrou as vítimas no caixa e saiu logo em seguida, sem levar nada.

Diante das informações, os militares analisaram as imagens das câmeras do local, conseguiram visualizar a placa do veículo, se tratando de uma Yamaha Fazer YS 250. De imediato foi iniciado intenso rastreamento bem como foi acionada as cidades circunvizinhas com o objetivo de localizar os cidadãos infratores, quando a viatura de São Geraldo deparou com os ocupantes da motocicleta envolvidos no roubo próximo a fábrica de ração da empresa Pif-Paf, no bairro Colônia. Ao perceberem a presença policial os cidadãos infratores sofreram uma queda, abandonaram a motocicleta na via e saíram correndo, tomando ruma ao interior da fábrica de ração, alcançando um matagal, não sendo possível alcançá-los.

Em averiguação a motocicleta os policiais constataram que a placa havia sido adulterada com fita adesiva preta, para alterar a letra “J” para “U” e número “0” para “8”. Após a descoberta, foi possível chegar ao proprietário do veículo, que ao ser apurado havia vendido apara um terceiro. Em seguida, os PMs realizaram várias diligências chegando finalmente no atual proprietário, sendo ele R.A.S., que informou a guarnição policial que no dia 14 de setembro emprestou a motocicleta para seu colega de trabalho M.H.S., de 25 anos, contudo ele acabara de lhe informar que a motocicleta havia sido roubada e não poderia registrar a ocorrência, uma vez que tinha ficha suja na polícia.

Com estas novas informações, os militares continuaram as diligências e apuraram que M.H.S. estava escondido na casa de E.V.R., de 23 anos, no bairro Colina. Os policiais cercaram a casa e abordaram os dois no imóvel. Foi apurado que E.V.R. resgatou Marcelo do matagal da fábrica onde ele teria fugido da PM e levou para sua residência, utilizando de uma motocicleta Honda CG Titan 150, cor vermelha. Também participou da tentativa de roubo outro infrator, que acabou sendo identificado. Em continuidade, as equipes foram até o endereço deste infrator e que na rua de sua casa os militares depararam com o cidadão infrator carregando em suas mãos uma sacola plástica esverdeada, que ao avistar o cerco policial, atirou-se rumo a uma ribanceira, local de difícil acesso, fugindo com a arma utilizada no crime, não sendo localizado. O cidadão infrator deixou para trás um par de chinelos e a sacola, que continha uma balança de precisão, 21 papelotes de cocaína, quatro pinos plásticos usados como embalagem de substância entorpecentes, um pote contendo certa quantia de mistura de substância semelhante cocaína.

M.H.S. foi preso por tentativa de roubo e formação de quadrilha. E.V.R. Rocha foi preso por co-autoria de tentativa de roubo e formação de quadrilha, sendo ambos conduzidos até a Delegacia de Polícia Civil, com as motocicletas, a substância entorpecente, os pinos e a balança apreendidos. Quanto ao terceiro cidadão infrator responderá pelos crimes de tentativa de roubo, formação de quadrilha e tráfico de drogas.

Fonte: Guia Muriaé


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre