CBA inicia operação do Centro de Monitoramento Geotécnico em Itamarati de Minas

Guia Muriaé no WhatsApp

Reforçando o seu compromisso com a gestão de segurança de barragens, a Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) iniciou, no dia 20 de dezembro, a operação de seu Centro de Monitoramento Geotécnico (CMG) no município de Itamarati de Minas, Zona da Mata mineira. Um ambiente físico projetado, estruturado e dedicado exclusivamente aos seus sistemas de barragens, com alta tecnologia e equipe técnica especializada.

O monitoramento, que sempre ocorreu de forma contínua, teve até então o gerenciamento individualizado nas Unidades onde se encontram as barragens da CBA na Zona da Mata mineira: os municípios de Miraí e Itamarati de Minas. Com a entrada em operação do CMG, a CBA centraliza o monitoramento das suas barragens em um só lugar, possibilitando sinergia na gestão das estruturas, tudo em tempo real, e mantendo os times locais de avaliação e acompanhamento, elevando ainda mais a segurança da operação.

O CMG recebe, 24h por dia, durante os sete dias da semana, dados provenientes da leitura dos instrumentos e sistemas instalados nas estruturas das duas barragens. Os profissionais responsáveis pelo monitoramento são capazes de analisar e tratar esses dados, incluindo a avaliação de engenheiros e geotécnicos nas suas rotinas.

“É importante destacar que, ao longo dos 32 anos de operação em Itamarati de Minas e 15 anos em Miraí, mantivemos a estabilidade e segurança das nossas barragens. Inclusive, ambas são referências de construção e monitoramento, passando por todas as evoluções das legislações”, reforça o gerente das Unidades de Mineração da CBA na Zona da Mata mineira, Christian Fonseca de Andrade. “Mantemos a gestão de nossas barragens alinhada às melhores e mais rigorosas práticas internacionais, integradas aos avanços de legislação e de tecnologias”, completa.

Além de laudos técnicos que atestam a integridade e segurança das estruturas, a Companhia também possui um Plano de Segurança de Barragens (PSB), conforme estabelecido por Lei, e um Plano de Atendimento a Emergência (PAE), que preveem, além dos monitoramentos contínuos e acompanhamento de especialistas internos ou independentes, treinamentos e simulados de emergência com as comunidades locais, entre outras medidas preventivas e de aculturamento da segurança de barragens.

O CMG também atende às normas da Resolução 95/2022 da Agência Nacional de Mineração (ANM).

Fonte: CBA

WhatsApp Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754
Seguir o Guia Muriaé no Google News
📲 Acompanhe o GUIA MURIAÉ - Facebook / Instagram / Telegram / Threads / TikTok / Twitter / YouTube / WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Guia Muriaé no WhatsApp
Botão Voltar ao topo