Coronavírus: governador Romeu Zema diz que normalidade não deve voltar até junho

Nessa quarta-feira (15), o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, afirmou que devido a pandemia do coronavírus a proibição de aglomerações no Estado deve seguir até junho, assim como afirmou recentemente o secretário de Estado de Saúde de Minas, Carlos Eduardo Amaral.

– Tudo que nós falarmos agora sobre o coronavírus está sujeito à mudança. Como está indo até agora é muito provável que até junho nenhuma atividade com aglomeração volte, é provável que as aulas não voltem – disse Zema.

Desta forma, a expectativa é que até junho continue proibido o funcionamento de estabelecimentos com grandes aglomerações, como casas de shows. Estádios de futebol a princípio poderão voltar funcionar, desde que não haja público.

Outra novidade é que as aulas nas escolas da rede estadual serão retomadas, mas de forma remota, a partir do dia 11 de maio, com transmissões de aulas pela Rede Minas de Televisão.

O governador ainda afirmou vem acompanhando as deliberações dos prefeitos dos municípios mineiros, ressaltando que cada caso deve ser tratado de maneira específica (a liberação de determinados comércios, por exemplo).

O Governo de Minas já vinha estudando a possibilidade da reabertura do comércio.

STF: estados e municípios definem regras de isolamento

Ontem, o SuperiorTribunal Federal (STF) decidiu que estados e municípios podem fazer ações contra covid-19 sem União.

Desta forma, os governadores e prefeitos podem tomar as medidas que acharem necessárias para combater o novo coronavírus, como isolamento social, fechamento do comércio e outras restrições.

De acordo com o ministro Alexandre de Moraes, um governador não pode determinar o fechamento de um aeroporto internacional, gerido pela União, ou de rodovias essenciais ao abastecimento, e o governo federal não pode estabelecer medidas para fechar bares e restaurantes locais, por exemplo.

Fonte: Guia Muriaé


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo