Diarreia e vômito: casos de virose quase triplicam em Guarapari

Em dezembro de 2023 houve 126 registros, mais que o dobro que no mesmo período de 2022, quando 46 casos foram identificados; veja como se prevenir

Guia Muriaé no WhatsApp

Guarapari, na região da Grande Vitória, enfrenta um aumento expressivo nos casos de virose, com sintomas como diarreia e vômitos, levando as autoridades de saúde a emitirem alertas para a população. Os registros quase triplicaram em dezembro de 2023 em comparação com o mesmo período de 2022, passando de 46 para 126 casos.


A primeira semana de janeiro foi a mais crítica, com 50 registros, representando um aumento de 12 vezes em relação ao mesmo período de 2022, quando ocorreram apenas 4 casos. Nas semanas seguintes, os números continuaram elevados, com 34, 24 e 18 casos, contrastando com os 4, 8 e 16 de 2022, respectivamente.

A infectologista Rubia Miossi destaca a possível relação entre os casos e a aglomeração de pessoas, além de alimentos contaminados. “Essas viroses gastrointestinais geralmente estão ligadas a alimentos ou água contaminados consumidos por várias pessoas ao mesmo tempo. No verão, as pessoas costumam se reunir para viajar juntas para a praia, o que pode explicar o aumento”, explicou a médica.

Embora não seja classificado como um surto, o infectologista Lorenzo Gavazza ressalta a necessidade de acompanhamento e intervenção. “Os dados apresentam um grande aumento na incidência de casos no período. Se definirmos uma localidade específica, podemos identificar um provável surto, indicando a necessidade de medidas preventivas e cuidados gerais”, alertou Gavazza.

Além dos sintomas de diarreia e vômitos, a virose pode apresentar febre e mal-estar. Os especialistas recomendam hidratação constante, preferencialmente com soro oral, e o uso de antitérmicos em caso de febre. Evitar alimentos de difícil digestão, refrigerantes, café, e bebidas alcoólicas também é aconselhado.

Para prevenir a propagação da virose, são indicadas precauções simples, como evitar alimentos de origem duvidosa, manter a higiene das mãos, consumir apenas água potável, e higienizar frutas e vegetais adequadamente. O cuidado redobrado se alguém estiver doente em casa também é fundamental para evitar a disseminação da doença na comunidade.

Fonte: Guia Muriaé, com informações do A Gazeta

WhatsApp Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754
Seguir o Guia Muriaé no Google News
📲 Acompanhe o GUIA MURIAÉ - Facebook / Instagram / Telegram / Threads / TikTok / Twitter / YouTube / WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Guia Muriaé no WhatsApp
Botão Voltar ao topo