Homem tenta matar a ex-companheira e é morto por policial

Cristiano dos Santos, 21 anos, morreu durante tentativa de ferir sua companheira com golpes de canivete. Ele foi baleado por um policial militar, na região de Cabeceira de Santana, zona rural de Santana do Manhuaçu, na tarde desta segunda-feira, 12/04.

Segundo a ocorrência, a Polícia Militar foi acionada por familiares da companheira de Cristiano, uma mulher de 43 anos. Ela estava sendo ameaçada pelo autor, após sair de casa por causa dos atritos com o companheiro. A mulher foi morar com os pais.

Chegando na casa dos familiares da mulher, os policiais foram até o local onde Cristiano se encontrava. O homem dizia que iria levar a companheira com ele de qualquer maneira.

Após transitar por uma estrada vicinal em péssimas condições, a equipe da PM chegou à casa, num local de difícil acesso. Cristiano, sua companheira e outros familiares estavam na propriedade.

Como a mulher se negou a ir embora com ele, Cristiano sacou de um canivete em sua cintura e dizia não ter medo de polícia. Ele chegou a ameaçar a tirar a própria vida, colocando o canivete em seu pescoço.

Os militares começaram a conversar no intuito de convencê-lo a não cometer suicídio e largar o canivete. Nesse momento, narra a ocorrência, Cristiano correu e agarrou a companheira, tentando golpeá-la no pescoço.

Mesmo sendo advertido pelos militares, Cristiano insistia em tentar contra a vida de sua ex-companheira. Diante do risco de ferir a mulher, um dos policiais efetuou um disparo para cessar as agressões. O homem foi atingido no tórax e caiu ao solo.

Os policiais acionaram o serviço de saúde de Santana do Manhuaçu para socorro do rapaz. Ele não resistiu e morreu no local.

A ex-mulher esclareceu que Cristiano era agressivo, a mantinha em cárcere privado e fazia uso de medicação para distúrbios psíquicos. Eles chegaram a se relacionar durante 4 meses em São José do Mantimento, até que a mulher se separou e veio para Santana do Manhuaçu.

A perícia da Polícia Civil foi até o local para os levantamentos da ocorrência. O militar foi encaminhado para o 11º Batalhão, em Manhuaçu.

O Tenente Douglas, comandante do pelotão da PM de Simonésia, narra como foi o atendimento da ocorrência:

Fonte: Portal Caparaó


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo