Home / Notícias / Região / Menina de 12 anos acusa padrasto de estuprá-la durante dois anos

Menina de 12 anos acusa padrasto de estuprá-la durante dois anos

Uma menina de 12 anos acusa o padrasto de 31 anos de estuprá-la durante os últimos dois anos. O caso aconteceu em Cataguases e só veio à tona nesse domingo (2) após a adolescente contar a um tio sobre os abusos.

Ontem, a menina estava com sua mãe e demais familiares em casa, quando o padrasto a chamou para ir ao quarto trancando a porta em seguida. Lá dentro, conforme a mãe da menina contou, mostrou à ela uma nota de R$ 50,00 que lhe seria entregue caso aceitasse fazer sexo com ele.

Após receber um “não” como resposta, o autor pegou um chinelo e teria ameaçado lhe dar uma surra. Mais tarde a vítima resolveu contar ao tio o que havia acontecido entre ela e o padrasto, cunhado do autor, que presenciou os dois entrando no quarto.




O tio imediatamente contou a história para a mãe da garota que chamou a filha e lhe pediu explicações. A menina confirmou e deu mais detalhes, narrando que vem sendo obrigada a manter relações sexuais, inclusive a fazer sexo oral, com o marido de sua mãe semanalmente, sob ameaças.

Logo depois a esposa conversou com o marido que confirmou a versão narrada pela enteada na frente inclusive de seu cunhado que viu os dois entrando no quarto no início da tarde. O pai do autor também chegou à residência e, de acordo com o registro policial, também ouviu a confissão do filho.

A Polícia Militar tentou localizar o autor na casa de seu pai, para onde teria ido após confessar o abuso contra a enteada, mas ele não foi encontrado e segue desaparecido.




A menina foi levada ao Pronto-Socorro do Hospital de Cataguases onde passou por um exame ginecológico que constatou os abusos sexuais por ela revelados. A mãe da vítima foi orientada a comparecer à Delegacia de Polícia em Cataguases para tomar as providências cabíveis.

Fonte: Marcelo Lopes





Confira também

Servidor do DEMSUR morre no hospital após levar 9 tiros em Campos

Um servidor do Departamento Municipal de Saneamento Urbano (DEMSUR) de Muriaé morreu após ser baleado …

Um comentário

  1. Esse povo todo escutar os relatos e deixar o maníaco vazar é simplesmente abominável. Grade nele URGENTE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Experimentoe o Novo Livre