Home / Notícias / Região / Menina de seis anos morre com suspeita de febre amarela em Itaperuna

Menina de seis anos morre com suspeita de febre amarela em Itaperuna

Uma menina de seis anos morreu nesse final de semana em Itaperuna e a suspeita é de febre amarela. A notícia rapidamente se espalhou pela cidade e causou grande preocupação de o surto da doença estar chegando ao estado. Até o momento, casos de fabre amarela foram notificados em Minas Gerais e Espírito Santo, inclusive em Minas já foram confirmados óbitos por causa da doença.

O Secretário de Saúde de Itaperuna, Alexandre Martins, negou que a morte tenha sido por febre amarela. A criança deu entrada no dia 21 de janeiro na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Itaperuna com queixas de febre, vômitos e dor abdominal. Ela foi medicada e liberada, tendo retornado no dia 22 de janeiro com novas queixas de vômitos e dor abdominal.

– Após avaliação da pediatra, foi iniciada a hidratação venosa e sintomáticos (plasil e dipirona) e a menor solicitou à acompanhante que a levasse para o banheiro para urinar. No banheiro, na presença da mãe, ela apresentou mal súbito, sendo socorrida e evoluindo para insuficiência respiratória. Foi imediatamente assistida e reanimada, permanecendo em choque hemodinâmico. Não houve retorno a ritmo estável, sendo constatado óbito após longo período de reanimação. Como causa mortis atestou-se: choque hemodinâmico, síndrome infecciosa. Foram solicitados e coletados inúmeros exames laboratoriais de sangue e liquor que serão encaminhados para o LACEN, na cidade do Rio de Janeiro – disse Martins, afirmando ainda que o município não se encontra na área de risco.




Diante da iminente chegada da febre amarela, a Secretaria de Saúde do Estado do Rio de Janeiro confirmou vai intensificar a vacinação nos municípios das regiões Noroeste, Norte, Serrana e Centro Sul do Rio. Trata-se de medida preventiva da Secretaria, para estabelecer uma região de bloqueio contra o vírus nas divisas com Minas Gerais e Espírito Santo.

– O principal critério para definição da ação de bloqueio é a proximidade com as áreas de surto em Minas Gerais: estamos recomendando a intensificação da imunização da população que vive na divisa dos estados de MG e Espírito Santo. Alguns receberão a orientação para vacinação da população em geral, obedecendo às indicações do Ministério da Saúde, outras terão regiões específicas para a campanha. Esta é uma medida preventiva que estamos adotando, atuando em apoio total às prefeituras – explicou o Secretário de Saúde do Estado, Luiz Antônio Teixeira Jr.

A morte da menina em Itaperuna ganhou repercussão estadual após virar matéria em um telejornal da TV Record.




Assista ao vídeo da matéria:




Fonte: Guia Muriaé

Confira também

Operação conjunta apreende 2 mil pinos de cocaína em Além Paraíba

Nesta quinta-feira (5), a Polícia Civil de Minas Gerais, juntamente com a Polícia Militar, deflagrou …

Um comentário

  1. Deveria ser divulgado somente depois da confirmação, pois traz apreensão à população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *