Home / Notícias / Região / Morador de Santo Antônio do Aventureiro morre com suspeita de febre amarela

Morador de Santo Antônio do Aventureiro morre com suspeita de febre amarela


Um morador de Santo Antônio do Aventureiro morreu nessa segunda-feira (22) com suspeita de febre amarela. O homem, de 49 anos, havia sido transferido do Hospital São Salvador, em Além Paraíba, para Casa de Caridade Leopoldinense, onde acabou indo a óbito.

Todo o material necessário foi coletado e encaminhado para a Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte, para que as análises possam apurar se a vítima estava ou não contaminada com febre amarela. Não há previsão de quando o resultado será divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG).

Ao todo, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) já confirmou oficialmente 16 mortes em decorrência da febre amarela. Ao menos outros dois óbitos confirmados por prefeituras mineiras não entraram para o balanço.




Outras mortes suspeitas seguem sendo investigadas.

Governo de Minas decreta situação de emergência em Saúde Pública regional devido à febre amarela

O Governo de Minas Gerais publicou, neste sábado (20/01), decreto que declara Situação de Emergência em Saúde Pública Regional, pelo período de 180 dias, em razão do registro de casos prováveis de Febre Amarela no Estado.

O decreto garante a tramitação em caráter de urgência de todos os procedimentos relacionados à referida situação de emergência em saúde pública regional. Para ver o decreto na íntegra, clique aqui.

O que muda?

A publicação do decreto tem o objetivo de facilitar e agilizar a adoção de medidas necessárias ao enfrentamento da doença.

Dessa forma, a partir de agora, o Governo do Estado de Minas Gerais poderá adquirir insumos e materiais, bem como contratar por tempo determinado serviços estritamente necessários ao atendimento da situação emergencial, sem a necessidade de realizar licitação, para os municípios que integram a área de abrangência das Unidades Regionais de Saúde de Belo Horizonte, Itabira e Ponte Nova.

Fonte: Guia Muriaé, com informações de O Vigilante Online, Estado de Minas e SES-MG

Confira também

Paciente de Ubá vai receber indenização de R$ 25 mil após cirurgia plástica malsucedida

Um médico terá de indenizar uma paciente em R$ 25 mil, por danos morais, devolver …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *