Home / Notícias / Região / Pequenos municípios da Zona da Mata Leste de Minas criam consórcio de Desenvolvimento

Pequenos municípios da Zona da Mata Leste de Minas criam consórcio de Desenvolvimento

Com a preocupação de solucionar problemas comuns e o desejo de potencializar a cooperação entre os municípios, prefeitos de oito destas cidades da Zona da Mata Mineira se reuniram na última quinta-feira (17), em Estrela Dalva, para discutir a formação de um Consórcio Público que seja capaz de auxiliar nas ações e encaminhamentos das questões que teriam menor prioridade e apoio das esferas estadual e federal, caso sejam tratadas no âmbito de atuação de um único Município.

Os prefeitos e prefeitas presentes neste primeiro encontro entenderam que esta união será importante para o desenvolvimento e captação de recursos em seus municípios e aprovaram a criação do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Econômico, Social e Turístico da Zona da Mata Leste. Numa próxima reunião decidirão as questões dos projetos de leis e audiência públicas, necessários para a implantação, e também irão decidir quais são as prioridades onde o consórcio começará a atuar assim que for aprovado por lei em todas as cidades participantes.




A criação deste consórcio tem como premissa agregar alguns municípios da Zona da Mata com menos de 15 (quinze) mil habitantes, pois suas demandas são muito parecidas entre si e diferentes de municípios maiores. O apoio logístico veio de técnicos da Universidade Federal Fluminense que apresentaram aos gestores públicos os ganhos que todos podem ter através da união de forma organizada e com objetivos bem definidos como é um consórcio público para que se busque o atendimento de suas demandas comuns ou específicas.

Estiveram presentes nesta primeira reunião os prefeitos e prefeitas Fátima Guerra (Estrela Dalva), Eliana Quintão (Volta Grande), Tarcília Rodrigues Fernandes (Itamarati de Minas), Marília Coelho (Argirita), Amaury Ferreira (Santo Antônio do Aventureiro), João Soares (Laranjal). O prefeito de Pirapetinga e o de Santana de Cataguases não puderam comparecer mas enviaram seus representantes.

Fátima Guerra, anfitriã do encontro, destacou a importância desta iniciativa e disse que o ideal é que os outros municípios que não puderam enviar representantes nesta primeira reunião, mas que tenham interesse em participar, também façam sua adesão ao consórcio, consolidando e aumentando ainda mais a voz dos pequenos municípios da Zona da Mata. Dos municípios convidados, apenas 4 não tiveram representantes nesta reunião, mas justificaram suas ausências e demonstram interesse em aderir ao consórcio.




O evento contou ainda com palestras sobre Sustentabilidade e Desenvolvimento Econômico e Fontes de Financiamento pelo BNDES, contou a prefeita anfitriã, Fátima Guerra que avaliou o encontro como “promissor e necessário ao crescimento dos municípios pequenos cujas demandas são praticamente as mesmas”, analisou.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Estrela Dalva




Confira também

Com golpes de machadinha, idoso mata homem que tentou furtar sua casa

Um idoso de 79 anos matou um homem de 39 anos, na manhã de sábado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *