Home / Notícias / Região / Pequenos municípios da Zona da Mata Leste de Minas criam consórcio de Desenvolvimento

Pequenos municípios da Zona da Mata Leste de Minas criam consórcio de Desenvolvimento

Com a preocupação de solucionar problemas comuns e o desejo de potencializar a cooperação entre os municípios, prefeitos de oito destas cidades da Zona da Mata Mineira se reuniram na última quinta-feira (17), em Estrela Dalva, para discutir a formação de um Consórcio Público que seja capaz de auxiliar nas ações e encaminhamentos das questões que teriam menor prioridade e apoio das esferas estadual e federal, caso sejam tratadas no âmbito de atuação de um único Município.

Os prefeitos e prefeitas presentes neste primeiro encontro entenderam que esta união será importante para o desenvolvimento e captação de recursos em seus municípios e aprovaram a criação do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Econômico, Social e Turístico da Zona da Mata Leste. Numa próxima reunião decidirão as questões dos projetos de leis e audiência públicas, necessários para a implantação, e também irão decidir quais são as prioridades onde o consórcio começará a atuar assim que for aprovado por lei em todas as cidades participantes.




A criação deste consórcio tem como premissa agregar alguns municípios da Zona da Mata com menos de 15 (quinze) mil habitantes, pois suas demandas são muito parecidas entre si e diferentes de municípios maiores. O apoio logístico veio de técnicos da Universidade Federal Fluminense que apresentaram aos gestores públicos os ganhos que todos podem ter através da união de forma organizada e com objetivos bem definidos como é um consórcio público para que se busque o atendimento de suas demandas comuns ou específicas.

Estiveram presentes nesta primeira reunião os prefeitos e prefeitas Fátima Guerra (Estrela Dalva), Eliana Quintão (Volta Grande), Tarcília Rodrigues Fernandes (Itamarati de Minas), Marília Coelho (Argirita), Amaury Ferreira (Santo Antônio do Aventureiro), João Soares (Laranjal). O prefeito de Pirapetinga e o de Santana de Cataguases não puderam comparecer mas enviaram seus representantes.

Fátima Guerra, anfitriã do encontro, destacou a importância desta iniciativa e disse que o ideal é que os outros municípios que não puderam enviar representantes nesta primeira reunião, mas que tenham interesse em participar, também façam sua adesão ao consórcio, consolidando e aumentando ainda mais a voz dos pequenos municípios da Zona da Mata. Dos municípios convidados, apenas 4 não tiveram representantes nesta reunião, mas justificaram suas ausências e demonstram interesse em aderir ao consórcio.




O evento contou ainda com palestras sobre Sustentabilidade e Desenvolvimento Econômico e Fontes de Financiamento pelo BNDES, contou a prefeita anfitriã, Fátima Guerra que avaliou o encontro como “promissor e necessário ao crescimento dos municípios pequenos cujas demandas são praticamente as mesmas”, analisou.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Estrela Dalva





Confira também

Abre-Campo destina R$ 150 mil para Santa Casa

O juiz Rodrigo Maas dos Anjos, da 2ª Vara Cível, Criminal e de Execuções Penais …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Experimentoe o Novo Livre