Home / Notícias / Região / PM atingida por disparo acidental não resiste e morre

PM atingida por disparo acidental não resiste e morre


A policial militar Aeonã da Silva Freitas, de 25 anos, não resistiu ao disparo acidental ocorrido no dia 26 de maio e faleceu nesta terça-feira (5).

Aeonã estava terminando o Curso de Formação de Soldados (CFS) no 11º Batalhão de Polícia Militar de Manhuaçu. No dia do fato, ela retornava com outros alunos em um micro-ônibus. Eles foram até a sala da intendência da unidade para desarmarem, quando acabou ocorrendo um disparo acidental de uma pistola.

Ela foi atingida no rosto e imediatamente encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Manhuaçu. Posteriormente, foi levada para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte. Aeonã não resistiu e acabou falecendo na data de hoje.




Em nota, o comandante-geral da PMMG, coronel Helbert Figueiró de Lourdes, manifestou “as nossas sentidas condolências aos familiares, encontrando-se a Polícia Militar enlutada pela trágica perda, certa de que os sábios caminhos de Deus trarão o conforto a todos que necessitam neste momento”.

A formatura da turma de Aeonã estava prevista para o dia 15 de junho.

Fonte: Guia Muriaé

Confira também

Processos seletivos abrem vagas em Cataguases e Leopoldina

Dois processos seletivos abriram vagas para as cidades de Cataguases e Leopoldina. A remuneração chega …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *