Home / Notícias / Região / PM que matou ex-mulher e sequestrou filha de 4 anos vai a júri popular

PM que matou ex-mulher e sequestrou filha de 4 anos vai a júri popular

O policial militar Gilberto Novaes, de 35 anos, suspeito de matar a ex-companheira Stephania Ferreira, de 29, e sequestrar a filha do casal, de 4, vai a júri popular.

A decisão é do juiz Marcelo Alexandre do Valle Thomaz, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), contudo o julgamento ainda não tem data para acontecer. O soldado da Polícia Militar será julgado por um júri composto por sete cidadãos previamente inscritos.

O crime aconteceu em Santos Dumont, em 14 de abril de 2018. Gilberto Novaes invadiu a casa da ex-amásia e efetuou vários disparos contra ela. Em seguida, ele pegou a filha do casal e fugiu do local em um carro. Stephania foi atingida por três tiros e morreu no local.




Testemunhas disseram que eram constantes as ameaças que o policial militar fazia a ex-companheira. Ele estava lotado no 29º BPM, em Poços de Caldas, mas atuava na cidade vizinha de Campestre. Gilberto estava afastado de suas funções há cerca de três meses por conta de problemas psicológicos.

Gilberto foi preso em 19 de abril de 2018. Ele estava com a filha no momento da prisão.

Fonte: Guia Muriaé




Confira também

Duas pessoas morrem eletrocutadas durante teste de funcionamento de bomba hidraúlica

Duas pessoas morreram eletrocutadas, no final da manhã desta terça-feira (21), na zona rural de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *