Preso o último envolvido com o assassinato do professor de zumba

Nesta terça-feira, policiais civis de Lajinha-MG, com o apoio da Polícia Militar de Ibatiba, efetuaram a prisão do último investigado que atuou na execução do homicídio que vitimou o professor de zumba, Carlos Alexandre Andrade Mendes, 39 anos, no dia 26/05/2022.

Na ação foram apreendidas duas armas de fogo de fabricação artesanal, que potencialmente foram utilizadas no crime diante da compatibilidade da lesão na vítima causada por projéteis granulados.

O crime ocorreu na cidade de Lajinha, em frente ao Centro de Referência de Assistência Social, onde a vítima estava prestando serviços como professor de dança.

Na execução, três indivíduos chegaram em um veículo VW Gol de cor preta e, ao visualizarem o professor próximo à via pública, surpreenderam-no com disparos de arma de fogo. A vítima tentou reação e chegou a entrar em luta corporal com um dos executores, porém por ter sido atingida a sua artéria femoral, perdeu os sentidos e faleceu rapidamente no local.

Devido a falhas mecânicas, o veículo utilizado na ação criminosa foi deixado para trás juntamente com uma arma de fogo e objetos pessoais de um dos investigados.

As investigações foram iniciadas imediatamente com o comparecimento de investigadores ao local que coletaram informações importantes ao deslinde do caso.

Através de diversas medidas cautelares, foi possível a identificação paulatina dos executores e por conseguinte do mandante, que consistiu na ex-companheira da vítima, que se encontra presa desde o dia 28/06/2022.

Além da mandante, também se encontram presos outros dois autores da execução e um do crime de mando, atual companheiro da responsável por arquitetar e contratar a empreitada criminosa, pois houve indícios de participação no preparo do crime, bem como do financiamento.

Com a prisão do último investigado na cidade de Ibatiba, houve a conclusão das diligências policiais com a cabal elucidação dos fatos.

O inquérito policial será concluído em breve e remetido à justiça, para que seja iniciada a instrução processual.

Fonte: Portal Caparaó

Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo