Viçosa registra mais um óbito em decorrência do coronavírus

A Vigilância Epidemiológica confirmou mais um óbito e 49 novos casos de Covid-19, nesta quarta-feira, 02/06. Agora, Viçosa contabiliza 6.829 confirmações, sendo que 6.627 pessoas já se recuperaram da doença. São 114 casos ativos e 88 óbitos.

Uma mulher, de 93 anos, faleceu em decorrência da Covid-19, no dia 26 de maio. A paciente testou positivo para a doença no dia 3 daquele mês, sendo internada em leito de CTI no dia 8 de maio, onde permaneceu até a data do óbito.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, também foram registrados dois óbitos de pacientes de outros municípios em decorrência da doença.

O CTI Covid do Hospital São João Batista (HSJB) conta com 10 leitos e a ocupação é de 40%. Estão internados dois pacientes positivos e um suspeito de Viçosa, além de um paciente de outro município.

O HSJB possui 20 leitos clínicos, sendo que 12 estão ocupados. São 10 pacientes positivos de Viçosa e dois de outros municípios. A taxa de ocupação é de 60%. Não há paciente internado em leito com suporte intensivo no Pronto Atendimento (PA).

O CTI Covid do Hospital São Sebastião (HSS) conta com sete leitos, sendo que dois estão ocupados. Há um paciente positivo de Viçosa e um de outro município. A taxa de ocupação é de 28%.

O HSS conta com 10 leitos clínicos adultos e a ocupação é de 20%. Estão internados um paciente positivo de Viçosa e um de outro município. Dos quatro leitos pediátricos ofertados, dois estão ocupados por pacientes suspeitos de Viçosa. A taxa de ocupação é de 50%. Não há paciente internado em leito clínico obstétrico nem em leito com suporte intensivo no PA.

A Vigilância Epidemiológica contabiliza 326 casos em investigação, sendo que 173 pessoas aguardam resultado de exame PCR pela Central Covid e outras 153 são monitoradas pelo Telessaúde. Desde o início da pandemia, já foram descartados 36.241 casos.

Fonte: PMV


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo