Sem combustível, transporte coletivo será reduzido em Muriaé



A falta de combustível devido a greve dos caminhoneiros irá afetar o transporte coletivo em Muriaé a partir desta quinta-feira (24).

Conforme noticiado pelo GUIA MURIAÉ no início da tarde de hoje, vários postos da cidade e região já estão sem combustível, o mesmo vem acontecendo com empresas que têm tanques para abastecimento próprio, inclusive com a Viação União, empresa responsável pelo transporte público em Muriaé.

Assim como anunciou na tarde de hoje em Viçosa, onde também detém os direitos do transporte coletivo, a Viação União irá reduzir o transporte público também em Muriaé devido a falta de combustível.




A reportagem do GUIA MURIAÉ apurou que a empresa preparou durante o dia de hoje um plano de contingenciamento para que o transporte coletivo não pare na cidade. A princípio pelo menos 12 carros deverão deixar de rodar em Muriaé, veículos estes de linhas que contam com mais de um carro.

Uma fonte ouvida pelo GUIA MURIAÉ afirmou que os ônibus só teriam combustível para rodar por mais um dia, ou seja, até amanhã. Outra fonte afirmou que a empresa está tentando comprar combustível nos postos da cidade e da região, sendo que em muitos já não há mais diesel. Essa última informação foi confirmada, os ônibus estão abastecendo em um posto às margens da BR 116.

Segue abaixo a relação das linhas que serão alteradas:

Aeroporto: atendimento normal

Encoberta: recolhido

São Francisco: atendimento normal

Gaspar: 1 ônibus integral e 1 intermediário (6h às 08h/11h às 13h/17h às 19h)

Santana: 2 ônibus integral

Bela Vista: 1 ônibus integral e 1 intermediário (6h às 8h/11h às 13h/17h às 19h)

Inconfidência: 1 ônibus integral e 1 intermediário (6h às 8h/11h às 13h/17h às 19h)

Circular: 1 ônibus integral

Planalto: 1 ônibus integral e 1 intermediário (06h as 08h/11h as13h/17h as 19h)

Napoleão: atendimento normal

João XXIII: 1 ônibus integral

São José: 1 ônibus integral e 1 intermediário (6h às 8h/11h às 13h/17h às 19h)

Cardoso de Melo: 1 ônibus integral e 1 intermediário (6h às 8h/11h às 13h/17h às 19h)

São Joaquim (Santo Antônio): recolhido

São Joaquim (Marambaia): atendimento normal

As linhas que têm especiais não irão rodar

Redução do transporte coletivo foi anunciado durante o dia em várias cidades

O problema da falta de combustível por conta da greve dos caminhoneiros está causando desabastecimento em praticamente todos os estados do país. Em várias cidades do país, as empresas responsáveis pelo transporte público estão se movimentando para continuar prestando o serviço, ainda que de forma reduzida. No início da manhã de hoje alguns BRTs já retornaram para garagem devido a falta de combustível na cidade do Rio de Janeiro.

A paralisação nacional dos caminhoneiros autônomos, convocada na segunda-feira (21) pela Associação Brasileira dos Caminhoneiros (ABCAM), continua com força total nesta quarta-feira (23). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, os estados com mais pontos de manifestações nas rodovias federais são Paraná, Minas Gerais e Santa Catarina. Somente em Minas Gerais há 40 pontos de manifestações.

Os caminhoneiros protestam pela redução do preço dos combustíveis, especialmente do diesel. Em nota divulgada ontem (22), a Associação Brasileira dos Caminhoneiros informou que, até um posicionamento efetivo do governo federal, os protestos serão mantidos.

Nesta tarde a paralisação dos caminhoneiros será discutida em reunião no Palácio do Planalto.

Fonte: Guia Muriaé

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.