Home / Notícias / Região / Acidente que matou muriaeense: ‘Queremos punição que sirva de exemplo’

Acidente que matou muriaeense: ‘Queremos punição que sirva de exemplo’

O delegado de polícia do Espírito do Santo suspeito de ter provocado o acidente que vitimou o comerciante Fernando José de Oliveira, mais conhecido como Fernando Batata, no último sábado (10), em Manhumirim, se à polícia mineira neste domingo (11). Ele bateu na moto de Fernando, não prestou socorro e abandonou o carro cerca de 2 km após o local do acidente.

– Queremos uma punição para que sirva de exemplo. Estamos cansados de ver as pessoas matarem ao volante e nada acontecer. Sou uma pessoa sensata e penso: ‘Se fosse ao contrário?’. Se eu, civil, tivesse matado um delegado, onde eu estaria? Essa é apenas a opinião de um cidadão”, desabafou Steyne Knupp Sanglard, 37, enteado que Fernando criou por mais de 20 anos, em entrevista exclusiva ao Gazeta Online. Os dois se tratavam como pai e filho.




E amigos é o que não faltam. De acordo com o filho de Batata, muitas manifestações de apoio e pedidos de justiça têm ocorrido na cidade mineira desde sábado.

– É bacana demais isso. Nesse momento que você vê quem são os amigos de verdade. Quero agradecer a todo mundo que está do nosso lado e se mobilizando por justiça – conta ele, detalhando que o pai foi homenageado até no bloco de carnaval que desfilou na cidade neste domingo.

Fonte: Gazeta Online

Confira também

Motoboy é roubado durante entrega de lanches em Cataguases

Um motoboy foi assaltado, na noite desse domingo (18), ao realizar uma entrega no bairro …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *