Ciclone pode passar por Minas e provocar chuva de até 100 milímetros

Um ciclone subtropical pode começar a se formar nesta sexta-feira (23) no Sudeste do Brasil e trazer tempestades até domingo (25) para o Espírito Santo e Minas Gerais.

O Climatempo emitiu um alerta de formação e intensificação de uma área de baixa pressão sobre o Sudeste do Brasil que irá favorecer a formação de grandes e intensas áreas de instabilidade sobre a região até domingo.

– Como podemos ver no mapa há indicativo de elevados volumes de chuva para a faixa que vai do sul de Minas ao Vale do Rio Doce e em todo o estado do Espírito Santo. Vale chamar atenção para as áreas em tons laranja e vermelho no mapa, onde os acumulados ficam por volta de 100mm, inclusive no interior capixaba. As demais áreas do Espírito Santo têm chuva entre 70 e 100mm. É muita chuva para um só dia, alertam os meteorologistas.

Volumes muito elevados também são esperados para o sul de Minas, Região Metropolitana de Belo Horizonte e o Vale do Rio Doce. No período de 21 a 29 de outubro, volumes de 80 a 100 mm são esperados para o sul do Espírito Santo. A chuva forte e volumosa é um risco para essas regiões.

De acordo com o Climatempo, durante os temporais são esperadas rajadas de vento por volta de 80km/h.

Um ciclone subtropical é um sistema híbrido, ou seja, ele não é nem um ciclone extratropical e nem um furacão, ele seria um meio termo. Não precisa de uma frente fria para se formar, mas também não tem um centro de baixa pressão tão intenso quanto de um ciclone tropical.

Se confirmado, esse será o décimo sistema catalogado pela Marinha do Brasil e deve ser batizado de Mani.

Solo úmido

Depois de uma semana com pancadas de chuva, algumas áreas de Minas, como Grande BH e Zona da Mata mineira já estão com solo úmido. Assim, com todo essa quantidade de chuva é elevado o risco de alagamentos e deslizamentos de terra.

A partir da segunda-feira, dia 26, as instabilidades perdem força sobre Minas e a chuva diminui de volume. Os temporais se concentram no norte mineiro, com acumulados chegando a 50mm.

Ainda no dia 26 de outubro, a presença do ciclone no oceano ainda provoca vento intenso com rajadas por volta de 80km/h, no Espírito Santo. A chuva ainda é significativa com acumulados por volta de 100mm no litoral, com destaque para a costa norte capixaba (veja o mapa acima).

Devido ao elevado volumes de chuva é alto o risco de alagamentos e deslizamentos de terra no Espírito Santo.

Durante a chuva, é importante tomar alguns cuidados em nome da segurança

* Evite áreas de inundação e não trafegue em ruas sujeitas a alagamentos e próximos aos córregos e ribeirões no momento de forte chuva;

* Não atravesse ruas alagadas ou deixe crianças brincando na enxurrada e nas águas dos córregos;

* Não se abrigue nem estacione veículos debaixo de árvores;

* Atenção especial em áreas de encostas e morros;

* Jamais se aproxime de cabos elétricos rompidos. Ligue imediatamente para a Defesa Civil (199);

* Se você observar o aparecimento de fendas, depressões no terreno, rachaduras nas paredes das casas e o surgimento de minas d’água avise imediatamente a Defesa Civil (199);

* Em caso de raios: não permaneça em áreas abertas e altas, não use equipamentos elétricos.

Fonte: Guia Muriaé, com informações do Climatempo e Hoje em Dia


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo