Mulher é suspeita de matar marido que abusou de sua filha

Delegado Rodrigo Rolli
A Polícia Civil de Minas Gerais apura o caso de homicídio consumado, ocorrido no início de fevereiro, no município de Juiz de Fora, na Zona da Mata, onde um homem de 59 anos foi morto, após ser atingido por golpes de faca.

A companheira dele, de 23 anos, é suspeita de ter praticado o crime. Em meio ao trabalho investigativo realizado pela Delegacia Especializada de Homicídios, a mulher compareceu nesta terça-feira (9/2), na unidade policial, e foi ouvida.

Conforme informações do delegado Rodolfo Rolli, que responde interinamente pela Delegacia, durante depoimento, a investigada apresentou a versão dela sobre os fatos. “Segundo a suspeita, a vítima teria passado a mão nas partes íntimas da sua filha, que não é filha dele. Diante desse motivo, eles teriam discutido”, disse.

Segundo a mulher, ela teria dado a primeira facada nele para se defender. “E não se lembra do que aconteceu, posteriormente, pois estava muito nervosa”, explicou.

Segundo o inspetor da Delegacia Especializada de Homicídios, Anderson Gibi, as apurações seguem em andamento, inclusive, com a avaliação do auto de corpo de delito da menor, filha da suspeita, e do laudo pericial. “Para verificar como ocorreu o homicídio, ou seja, se foi em legítima defesa ou se foi execução”, finalizou.

Fonte: PCMG


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo