Polícia prende suspeito de golpe do “chupa-cabra”

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu o mandado de prisão preventiva de Vitor Henrique Costa Brito, 24 anos, no último dia 28, na cidade de Divinópolis.

De acordo com as investigações, Vitor é suspeito de fazer parte de uma quadrilha especializada em aplicar golpes conhecido como “chupa-cabra”, em alusão ao equipamento destinado a reter cartões magnéticos em caixas eletrônicos.

O Delegado Daniel Amâncio, que conduziu as investigações, revelou como o suspeito agia. “Ele tomava o cuidado para o cartão ficar retido no caixa eletrônico. Em seguida, se apresentava como um zeloso funcionário do banco, pronto para ajudar. Ao ter sua ajuda solicitada, ele pedia para a vítima ligar para um número. Uma pessoa atendia e pedia todos os dados da pessoa, inclusive senha do cartão”, contou.

Ainda segundo o Delegado, as investigações tiveram inicio após um idoso, de 82 anos, procurar a Delegacia após cair no golpe e ter o prejuízo de cerca de R$ 56 mil. “No dia 25 de março, um sábado, a vitima utilizou um caixa automático de dentro de um shopping, e o seu cartão ficou retido na máquina. Após aplicar o golpe, e de posse dos dados obtidos, o suspeito conseguiu emitir um talão de cheques, fez saques em dinheiro, transferências e pagou até uma multa de trânsito”, contou.

As investigações continuam com a intenção de identificar outras pessoas que estejam vinculadas a essa ação.

O suspeito já é condenado por furto e cumpria pena em regime aberto. Vítor irá responder por estelionato.

Fonte: PCMG


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo