Câmara de Muriaé se reúne com HSP para discutir aprovação de recurso de R$ 2 milhões para atendimento

Foto: Guia Muriaé
Nesta sexta-feira, dia 04 de março, o presidente da Câmara de Muriaé, Ciso (PL), acompanhado dos vereadores Anderson (PSD), Celsinho (PSD), Evandro Cheroso (Cidadania), Forim (Solidariedade) e Valdinei Lacerda (PSD) estiveram reunidos com a direção e funcionários de diversos setores da Casa de Caridade Hospital São Paulo (HSP) para discutir o Projeto Lei 001/2022. Este projeto autoriza o chefe do Poder Executivo Municipal a efetivar abertura de Crédito Adicional Suplementar na Lei Orçamentária de 2021, destinando R$ 2 milhões ao HSP.

O motivo do encontro foi esclarecer as dúvidas dos legisladores quanto ao uso do recurso e sua fonte. “Nossa preocupação é que a população tenha o melhor atendimento possível no Hospital São Paulo e, para tanto, precisávamos saber como seria destinado este recurso, o que foi prontamente apresentado em números e extratos e a outra preocupação é que o projeto prevê a retirada dos recursos da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), o que consideramos preocupante, pois conforme vimos na reunião, a saúde pública em Muriaé carece de mais recursos e não remanejamentos de uma unidade para a outra”, explicou o presidente Ciso.

Durante a reunião, a diretoria do HSP apresentou informações que recebeu de representantes do Executivo de que a UPA já vem recebendo recursos para manutenção de suas atividades e, portanto, não haverá prejuízo em seu atendimento.

Diante dos dados apresentados, os vereadores constataram que o recurso proposto pelo Executivo (R$ 2 milhões) ainda é insuficiente para que a instituição possa oferecer o melhor atendimento possível à população, ampliando aos serviços de ambulatório.

“Estamos fazendo nosso papel de questionar, verificar e entender a real necessidade da destinação de recursos do povo para as instituições de saúde de Muriaé, pois este deve ser um das atribuições nossa, como vereador”, explica Valdinei Lacerda. “Quando protelamos a votação de um projeto como este, nosso objetivo não é prejudicar ninguém, pelo contrário, buscamos entendimento e clareza para tomarmos a decisão que melhor favoreça o povo de Muriaé”, explicou o vereador Forim. “E precisamos, como leigos que somos em saúde, entender os dados, saber como funciona o sistema, verificar de perto as reais carências para buscarmos mecanismos de promoção do atendimento de saúde em nossa cidade”, complementa o vereador Anderson.

“Desde de que todas as unidades tenham garantidas os recursos para que possam oferecer o melhor atendimento gratuito possível ao povo, não retirando recurso de uma para outra, estamos favoráveis ao projeto”, posiciona-se o vereador Celsinho. “Mas é importante destacar que vamos estar sempre atentos, cobrando, fiscalizando e discutindo com bastante cuidado, pois estamos lidando com o dinheiro público e com a saúde do povo e precisamos ser cuidadosos com isso”, afirma o vereador Evandro Cheroso.

O diálogo claro e transparente entre as duas partes possibilitou o entendimento do Legislativo quanto à urgência na aprovação deste recurso. Por isso, ao término da reunião, o presidente Ciso garantiu a inclusão do projeto na pauta da próxima sessão, na terça-feira, dia 8 de março, para discussão e votação.

Fonte: CMM

Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo