Resumo da novela Império – Capítulo 108, sábado (22/11)

Vai ao ar hoje (22/11), na Globo, o capítulo 108 da novela Império. No capítulo deste sábado, José Alfredo manda Josué levá-lo à casa de Cora. Tuane sugere que Elivaldo se aproxime de José Alfredo. Cora encontra José Alfredo e cai desmaiada.

Jurema e Reginaldo se surpreendem ao encontrar bolsas roubadas no armário de Jairo. Cora avisa a José Alfredo que está com os pedaços de seu diamante cor-de-rosa. Antoninho se surpreende ao saber que Enrico está cozinhando para Manoel. Maria Ísis expulsa os pais do restaurante de Vicente e Magnólia promete acabar com o romance da filha com José Alfredo.

Robertão é aprovado para fazer a campanha com Giancarlo. José Pedro afirma a Maria Marta que Cristina não descobrirá nenhum desfalque na empresa. Téo pensa em publicar a gravação que Danielle fez de José Pedro. José Alfredo conversa com Cristina sobre a empresa. Maria Marta arma um escândalo ao ver Maria Ísis na joalheria Império.

Leia também: Resumo do capítulo de hoje, segunda-feira (24/11)

Robertão ganha contrato como modelo de cuecas

Robertão (Rômulo Neto) fez mesmo muito sucesso no seu teste para modelos de cueca. A beleza e o corpo escultural do rapaz não chamaram só a atenção de Érika (Letícia Birkheuer), mas também do caça-talentos Giancarlo (Luca de Castro).

Quando o bonitão menos espera, ele recebe uma ligação e pensa que é para fazer mais fotos. No entanto, acaba surpreendido. “Não, é para assinar contrato. Tínhamos vários candidatos para a campanha, foi uma disputa dura que acabou hoje… E você foi o escolhido!”, anuncia Giancarlo. Robertão fica em estado de êxtase com a notícia!

Cristina pressiona José Pedro e acusa empresa de contrabando

Sempre que pode, José Pedro (Caio Blat) provoca Cristina (Leandra Leal). Quando ela chega à sala na Império, o filho mais velho de José Alfredo (Alexandre Nero) pergunta ironicamente se a irmã está trabalhando direito. Cris não gosta das insinuações e questiona se a empresa faz contrabando de pedras preciosas.

Pedro fica sem reação e tenta disfarçar, mas Cris continua: ”A maior parte da matéria-prima usada pela empresa chega até aqui sem estar declarada legalmente, e isso só tem um nome: chama-se contrabando, José Pedro. Não sabia ou está se fazendo de bobo?”. Muito sem graça, Pedro diz que somente Zé pode responder essas perguntas, e Cris garante que vai atrás do Comendador para saber o que ele tem a dizer.

Zé Alfredo ameaça Enrico com uma faca: ‘Bancou o cachorro com minha filha!’

José Alfredo (Alexandre Nero) vai até o bar de Manoel (Jackson Antunes) e acaba surpreendido pela presença de Enrico (Joaquim Lopes). O Comendador logo entra na cozinha falando alto com o filho de Cláudio (José Mayer).

Enrico não gosta do jeito do ex-sogro e o repreende. “Faço o que eu quiser! E devia era arrancar seus gorgomilos pelo que fez com Clara (Andreia Horta). Ela não merecia aquilo. Bancou o cachorro com minha filha!”, rebate.

Os dois discutem, Zé pega uma faca enorme e a coloca diante do pescoço. Manoel entra no meio e pede para o amigo ter calma, enquanto Antoninho (Roberto Bonfim) pega o objeto da mão do Comendador. Muito nervoso, ele sai e deixa Enrico sem ação.

Cora parte para o ataque e beija Zé Alfredo na boca

José Alfredo (Alexandre Nero) não está para brincadeira! Ele vai até a casa de Cora (Drica Moraes) atrás do diamante cor-de-rosa e age firme com a megera. “Você sabe. Vim buscar uma coisa que você está guardando, mas é minha. E se eu sair daqui sem ela, lhe deixo estendida aí no chão e, dessa vez, não vai ser só com o pescoço torcido, não. Vai ser morta!”, ameaça o Comendador.

Cora se faz de desentendida, mas Zé Alfredo parte para cima dela, e os dois ficam cara a cara. Que bela oportunidade para a vilã fazer o que sempre sonhou: tascar um beijo no todo-poderoso.

Vai ao ar, nos próximos capítulos:

Vicente será preso após armação de Enrico

Vicente (Rafael Cardoso) será preso após Enrico (Joaquim Lopes) conseguir plantar comida com validade vencida no restaurante e acionará a Vigilância Sanitária. Indiginado com a situação, o chef se recusará a ir à delegacia e acabará algemado.

Enrico dará dinheiro a um dos funcionários para que ele coloque camarões estragados no freezer. Em seguida, denunciará o estabelecimento. Os fiscais irão ao local já no dia seguinte e Enrico fará questão de acompanhar tudo escondido.

Vicente reagirá e o agente perguntará quem ele é. O rapaz se identificará como o chef do restaurante e será avisado de que arcará com a responsabilidade pelas irregularidades.

Os fiscais farão uma busca e verão costelinhas prontas para serem preparadas. Eles perguntarão sobre a etiqueta e saberão que a mercadoria também chegou naquele dia. Os agentes não darão ouvidos e colocarão cloro no alimento. Depois, inspecionarão a câmara frigorífica.

Os agentes finalmente encontrarão o camarão congelado com data de vencimento em setembro de 2013. O chef ficará desesperado e argumentará que há algum erro. Mas a polícia logo será acionada.

Na cozinha, Vicente será orientado a ir à delegacia, mas resistirá:

– Que me algemem! Que me levem à força! Eu não vou aceitar essa violência que o senhor praticou aqui de mão beijada. Na minha família de nordestinos, ser preso é uma desonra! Ainda mais quando não fiz nada… Eu não vou preso! Não vou!

O chef será algemado e levado dali. Cláudio verá a cena e decidirá acompanhar o rapaz, não sem antes avisar a Enrico que eles vão terminar a conversa mais tarde. O cerimonialista chamará o advogado Merival (Roberto Pirillo), que informará que Vicente será processado e que a pena por vender produtos estragados é de até cinco anos. O rapaz, então, prestará depoimento e será liberado sob fiança.

Leia também:

* Resumo da novela Império – 17 de novembro a 22 de novembro
* Resumo da novela Império – 24 de novembro a 29 de novembro


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre