Home / Notícias / Política / Eleitor atea fogo em urna e outro é obrigado a apagar selfie em Minas Gerais

Eleitor atea fogo em urna e outro é obrigado a apagar selfie em Minas Gerais

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) registrou poucos incidentes, neste domingo (26), nas votações do segundo turno das eleições 2014. Os mineiros votam apenas para presidente, porque o governador foi escolhido no primeiro turno.

Entre os casos que mais graves, um eleitor em Porteirinha, no Norte do estado, ateou fogo em uma urna após jogar gasolina. Ele foi preso e a urna trocada.

Em Belo Horizonte, um eleitor foi flagrado por um fiscal fazendo um autorretrato (selfie) enquanto votava. Ele foi obrigado a apagar a foto. Também na capital mineira, um mesário foi trabalhar com sintomas de embriaguez e foi levado para a Polícia Federal.




Na cidade de Barbacena, no Campo das Vertentes, dois mesários se envolveram em um acidente de trânsito e foram levados para Delegacia de Polícia. Segundo a Polícia Militar, eles apresentavam sintomas de embriaguez.

Já em Ubá, na Zona da Mata, um mesário foi preso por não comparecer para trabalhar na eleição

Fonte: Guia Muriaé, com informações da Agência Brasil




Confira também

PSDB oficializa pré-candidatura de Geraldo Alckmin à Presidência da República

O PSDB confirmou nesta terça-feira (20) a pré-candidatura de Geraldo Alckmin à Presidência da República. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *