TJMG anuncia concurso público com 92 vagas



O Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG) abriu concurso público com o objetivo de outorga de Delações e Notas e de Registros. São 92 oportunidades, sendo 62 para o critério de ingresso por provimento e 30 para remoção.

As vagas de provimento e remoção estão distribuídas nas comarcas dos seguintes municípios/distritos: Abre Campo; Alberto Isaacson; Alvinópolis; Bambuí; Belmiro Braga; Belo Horizonte; Bocaina de Minas; Bocaiúva; Buarque de Macedo; Cachoeira de Minas; Caeté; Calixto; Campo Belo; Campos Gerais; Capelinha; Carmésia; Carmo de Minas; Cláudio; Comendador Gomes; Conceição das Pedras; Coqueiral; Coração de Jesus; Corinto; Córrego Novo; Costas; Doutor Lund; Dumont; Espera Feliz; Espinosa; Felicina; Francisco; Francisco Dumont; Francisco Sá; Galiléia; Grão Mogol; Ibirité; Itabirito; Itamonte; Itanhomi; Itumirim; Jabuticatubas; Lambari; Lapinha; Manhumirim; Matias Cardoso; Matozinhos; Medina; Miradouro; Mutum; Natalândia; Nova Serrana; Novo Cruzeiro; Padre Brito; Paineiras; Pé do Morro; Pedra Azul; Pedralva; Perdizes; Perpétuo; Perpétuo Socorro; Pirapetinga; Poções de Paineiras; Ponte Nova; Pontevila; Reduto; Riacho dos Machados; Rio Piracicaba; Rio Pomba; Rochedo de Minas; Sacramento; Santa Rita de Ouro Preto; Santa Rita do Ituêto; São Gotardo; São João da Ponte; São João do Paraíso; São José da Lapa; São José da Varginha; São Pedro do Avaí; Serra Bonita; Silvianópolis; Socorro; Tombos; Torneiros; Três Corações; Três Marias; Uberaba; Uberlândia; Vespasiano e Vista Alegre.

As inscrições poderão ser realizadas no período de 17 de maio a 15 de junho de 2018 pelo site www.consulplan.net. A taxa de inscrição é de R$ 250,00.




A seleção é composta de cinco etapas: prova objetiva, prova escrita e prática, comprovação dos requisitos para outorga de Delegações, prova oral e exame de títulos.

Fonte: Guia Muriaé

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.