Home / Notícias / Variedades / Dia do Motociclista: proteção e prudência devem fazer parte da rotina dos motociclistas

Dia do Motociclista: proteção e prudência devem fazer parte da rotina dos motociclistas

Hoje, 27 de julho, é comemorado o Dia Nacional do Motociclista. Na família do advogado Rafael Krüger, muito mais que um veículo de transporte, as motos fazem parte dos momentos de diversão. “A moto acabou se tornando uma paixão em conjunto. É o que fazemos nos momentos livres. Meu pai e meu padrasto pilotam. Minha mãe por mais que não pilote, adora viajar de moto”, disse.

A segurança está sempre entre as prioridades de Rafael. Além do capacete, que é obrigatório por lei, ele também usa luvas diariamente. “Para a estrada, como a velocidade é maior, tenho mais equipamentos, como jaqueta, calça, bota e um protetor de coluna. Umas das coisas que nós acreditamos é que o problema não é o tamanho da moto, e sim o tamanho da prudência”, disse.




Infelizmente a direção responsável e segura não faz parte da vida de todos os motoristas. Somente em 2014, 83,4 mil internações no Sistema Único de Saúde (SUS) foram decorrentes de acidentes envolvendo motocicletas. Dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), realizada pelo Ministério da Saúde em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que o capacete é deixado de lado por quase 20% dos motociclistas. Do total de entrevistados, 80,1% afirmam sempre usar o acessório, seja na garupa ou conduzindo a motocicleta. Um dado preocupante é que este número cai para 59% quando são considerados apenas os moradores de áreas rurais.

O advogado Rafael tem uma posição contundente quanto à fama de irresponsáveis que os motociclistas ganharam nos últimos anos. “Acho que o problema principal está em quem não usa ou usa o equipamento só por obrigação. Essa pessoa não se preocupa com a segurança a e qualidade dos itens. Capacete também tem data de validade e é muito importante ficar a atento a isso”, alerta.

Segundo o Código Brasileiro de Trânsito (CTB), o capacete é um item de segurança obrigatório para quem dirige motocicletas. Ele é fundamental para evitar consequências mais graves em um acidente de trânsito, como traumatismos na cabeça. Estudos mostram que o uso de capacetes pode prevenir cerca de 69% dos traumatismos crânio-encefálicos e 65% dos traumatismos da face. Quem não usa o capacete, além de estar colocando a própria vida em risco, comete uma infração gravíssima, com multa de R$ 191,54 e suspensão direta do direito de dirigir.




Por isso, independente da moto ser um veículo facilitador do transporte, fazer parte do trabalho ou ser usada apenas para a diversão, é fundamental proteger-se e usar sempre o capacete.

Fonte: Blog da Saúde




Confira também

Como o código universal de produto ajuda nas vendas

Está buscando mais informações sobre o que é o código universal de produto, acertei? Se …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *