Home / Notícias / Variedades / Energisa é autorizada a reajustar tarifa e energia elétrica em Muriaé ficará mais cara

Energisa é autorizada a reajustar tarifa e energia elétrica em Muriaé ficará mais cara

Conta de luz ficará mais cara nas cidades de Minas Gerais atendidas pela Energisa

A Energisa Minas Gerais foi autorizada na terça-feira (11), pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), a reajustar as tarifas de energia a partir de 18 de junho. Segundo o processo aprovado, o índice médio autorizado ficou em 2,56%, sendo 4,83% de reajuste propriamente dito, menos 2,27% de componentes financeiros.




Desse total de 4,83%, o percentual que será efetivamente aplicado sobre as tarifas dos consumidores será de 2,56%, por conta da dedução de valores financeiros aplicados no ano anterior. Consumidores conectados em baixa tensão terão reajuste de 3,05%, enquanto clientes em alta e média tensão tiveram tarifas reajustadas em 0,99%.

O reajuste foi impactado pelo custo da compra de energia, que impactou o atual reajuste em 4,08%. A parcela que trata da remuneração da Energisa Minas Gerais pela prestação dos serviços de distribuição – a chamada Parcela B – contribuiu com 1,44% para o total.

O item que representou o maior impacto na formação do reajuste foi a compra de energia elétrica, por conta do despacho de usinas térmicas, que possuem preço de produção mais elevado do que outras fontes energéticas.




No Estado, a Energia atende a 66 cidades, dentre elas, na região de Muriaé, Além Paraíba, Antônio Prado de Minas, Astolfo Dutra, Cataguases, Dona Euzébia, Ervália, Eugenópolis, Guiricema, Itamarati, Laranjal, Leopoldina, Manhuaçu, Miradouro, Miraí, Palma, Patrocínio do Muriaé, Pedra Dourada, Pirapetinga, Recreio, Rosário da Limeira, Santana de Cataguases, Ubá, Vieiras.

Fonte: Energisa




Confira também

Como o código universal de produto ajuda nas vendas

Está buscando mais informações sobre o que é o código universal de produto, acertei? Se …

Um comentário

  1. RONNIE VON GUERRA DE SOUZA

    essa energisa e uma vergonha e ainda tem o apoio do municipio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *