Governo de Minas reajusta valor de referência e gasolina e etanol ficam mais caros



O Governo de Minas Gerais reajustou o valor de referência em que incide o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Com isso, o valor fixo do tributo recolhido por litro de combustível subiu. O preço do litro de gasolina comum fica R$ 0,08 mais caro na bomba e o do etanol sobe para R$ 0,04.

Segundo levantamento da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o estado de Minas Gerais tem hoje a terceira gasolina mais cara do país, com preço médio de R$ 4,423. Os mineiros são não pagam mais caro que os moradores dos estados do Rio de Janeiro (4,651) e do Acre (R$ 4,719).

Para cada R$ 100 que o motorista utilizada para abastecer o carro, R$ 31 são destinados ao pagamento do ICMS em Minas. Com a soma dos demais impostos, este valor chegaria a um total de R$ 47,50. Com o novo aumento da base de cálculo, os impostos que incidem nos combustíveis vão ultrapassar 50% do preço por litro no estado.

Fonte: Guia Muriaé, com informações do O Tempo

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.