Home / Notícias / Variedades / ANTT publica edital de concessão das rodovias BR-050 e BR-262; pedágio chegará a até R$ 9,70

ANTT publica edital de concessão das rodovias BR-050 e BR-262; pedágio chegará a até R$ 9,70

BR-262

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) antecipou a publicação dos Editais das BR-050 e 262. As concessões vão consistir na exploração por 30 anos da infraestrutura e da prestação do serviço público de recuperação, conservação, manutenção, operação, implantação de melhorias e ampliação de capacidade das rodovias.




O processo de licitação foi aprovado sem ressalvas pelos ministros do Tribunal de Contas da União (TCU), na tarde de quarta-feira (31). Nas duas rodovias, o vencedor das licitações terá que construir pelo menos 10% da obra de duplicação, antes de começar a cobrar os pedágios.

BR-050

A BR-050 GO/MG, no trecho de 436,6 km, que se inicia no entroncamento com a BR-040, em Cristalina (GO), e se estende até a divisa de Minas Gerais, no munícipio de Delta, com o estado de São Paulo.




O sistema rodoviário em questão abrange 9 municípios em duas Unidades Federativas:

  • Goiás: Cristalina, Ipameri, Campo Alegre de Goiás, Catalão e Cumari;
  • Minas Gerais: Araguari, Delta, Uberaba e Uberlândia.

Foi definido para o sistema rodoviário em questão um esquema de pedagiamento com seis praças de pedágios, conforme ilustrado na tabela a seguir:




Localização das praças de pedágios e preço máximo ao longo da rodovia BR-050:

  • Ipameri, km 139/GO = R$ 6,80
  • Campo Alegre de Goiás, km 225/GO = R$ 7,30
  • Araguari, km 11/MG = R$ 5,60
  • Araguari, km 52/MG = R$ 4,30
  • Uberaba, km 109/MG = R$ 6,10
  • Delta, km 195/MG = R$ 4,40

Ficou definido a tarifa máxima de R$ 0,0787 por km.

BR-262

A BR-262, no trecho de 375,6 km com inicio no município de Viana, no estado do Espírito Santo, no entroncamento com a BR-101, e se estende até João Monlevade, no entroncamento com a BR-381, no estado de Minas Gerais.

O sistema rodoviário em questão abrange 22 municípios em duas Unidades Federativas:

  • Espírito Santo: Brejetuba, Conceição do Castelo, Domingos Martins, Ibatiba, Irupi, Iúna, Marechal Floriano, Muniz Freire, Venda Nova dos Imigrantes e Viana;
  • Minas Gerais: Abre Campo, Bela Vista de Minas, Caputira, João Monlevade, Manhuaçu, Martins Soares, Matipó, Reduto, Rio Casca, Rio Piracicaba, Santo Antônio do Grama e São Domingos do Prata.

Foi definido para o sistema rodoviário em questão um esquema de pedagiamento com cinco praças de pedágios, conforme ilustrado na tabela a seguir:

Localização das praças de pedágios e preço máximo ao longo da rodovia BR-262:

  • Marechal Floriano, km 60/ES = R$ 9,70
  • Muniz Freire / Brejetuba, km 143/ES = R$ 9,00
  • Reduto, km 23/MG = R$ 7,30
  • Matipó, km 77/MG = R$ 7,90
  • São Domingos do Prata, km 165/MG = R$ 8,50

Ficou definido a tarifa máxima de R$ 0,1126 por km.

Fonte: Guia Muriaé, com informações da ANTT
Foto: Wikipédia


Confira também

Conheça os benefícios dos esportes mentais mais populares do Brasil

O poker e o xadrez têm conquistado cada vez mais espaço no Brasil. Essas modalidades, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Experimentoe o Novo Livre