Personalidades de Muriaé – Doutor Itagiba de Oliveira

Doutor Itagiba de Oliveira, nascido em 3 de maio de 1886, era bacharel em Direito pela Escola de Belo Horizonte, brilhante jornalista, Promotor de Justiça e um dos vereadores de maior prestígio da Câmara Municipal de Muriaé durante o Governo do Doutor Silveira Brum, contra quem usava sua pena nos jornais da época. Foi uma das mais respeitadas figuras do jornalismo mineiro e, juntamente com o Doutor Álvaro Teixeira de Melo e outros mais, fundou, em 1818, o jornal “O Operário”, de onde foi também diretor. Era também um dos diretores do Correio de Minas, jornal de Juiz de Fora.

Foi Delegado do Partido Republicano Mineiro e representava o governo estadual na Vila Rio Piracicaba, hoje, cidade de Rio Piracicaba, onde exercia também a advocacia. Era filho do Major Estevam de Oliveira e casou-se com Maria Chaves de Oliveira, deixando um filho pequeno quando faleceu em 1923, com apenas trinta e seis anos.

“O Operário”, jornal que ajudou a fundar, disse quando de seu falecimento:

“Um despacho telegraphico, procedente de Juiz de Fora, transmittiu-nos hontem a dolorosa notícia de haver fallecido naquella cidade o Doutor Itagiba de Oliveira. Não temos expressões que possam bem traduzir nossa grande magoa por essa tamanha desgraça!

Sua morte, em 21 de abril de 1923, trouxe-nos o abalo das maiores emoções; até agora, todo o município sente-se dominado por tristeza profunda, como victima de um dos mais pesados infortúnios, porque, vindo logo após sua formatura para esta cidade, aqui se reunem as melhores páginas de sua vida de combatente impeterrito em prol dos mais puros ideaes, pelo bem collectivo e na defesa da Justiça.

Não se pode, com firmeza, dizer quando mais brilhou na sua passagem pela vida.

Como advogado, nos autos ou na tribuna, sua palavra sincera e límpida ecoava como a voz da própria lei.

As questões diffíceis e complexas eram por elle enfrentadas com calor e sempre vantajosamente demonstrou, em todas ellas notável proficiência de causídico, de par com assombrosa capacidade de trabalho e de estudo.

Para seus collegas e companheiros de fôro, como para sua considerável clientela, era muito justamente tido como novo varão de Plutarcho, symbolo de inteireza moral, batalhador leal e abnegado, de critério e honestidade a toda prova.

Político, lutava por princípios com tal enthusiasmo e altruísmo, despreoccupado de si mesmo, apaixonado pela victoria de suas idéas e de seu partido, seduzido pelo programma de sã democracia, que chegou a ser comparado a um apóstolo por um dos estadistas mineiros mais em destaque na actualidade.

Nos últimos quinze annos de lutas políticas neste município, ninguém se lhe pode comparar no ardor com que pugnava pela realização de uma política de ordem e de trabalho.

Jornalista, desde os bancos acadêmicos, filho de Estevam de Oliveira, que é dos maiores jornalistas brasileiros, Itagiba de Oliveira fazia de sua penna de ouro a arma com que destruía a ambição e os golpes do adversário, excedendo-se, não raro, em consequencia de seu gênio impulsivo, seduzido pelo enthusiasmo com que mantinha a peleja, nas memoráveis polêmicas que foram o terror de seus contrários.

Como homem de sociedade, era um intelectual que prendia, pela delicadeza de espírito, finamente educado e de constante affabilidade, quer se encontrasse no seio das classes elevadas, quer no meio dos pequenos, revelando-se sempre o mesmo homem de bondade incomparável.

À sua exma. Família, “O Operário” apresenta suas mais sentidas condolências.”

Uma das principais ruas do bairro da Barra, hoje, tem o seu nome pelo decreto nº 0116 de 1951. Uma homenagem que lhe foi atribuída no Governo do ex-Prefeito Dante Bruno, no ano de 1951.

Fonte: João Carlos Vargas e Flávia Alves Junqueira / Memorial Municipal


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo